UEMA - UemaNet

Notícias

UEMA realiza chamada pública para submissão de artigos para a Revista TICs & EaD em Foco

Nova Imagem (1)

A Comissão Editorial da Revista TICs & EaD em Foco, publicação do Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão – UEMAnet, torna pública a chamada para submissão de trabalhos.

A Revista, que é quadrimestral, tem por objetivo destacar a pesquisa, o desenvolvimento e as práticas da Educação a Distância, bem como o uso de Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação na Educação, com impactos na área de aprendizagem.

Os interessados devem seguir uma das linhas de investigação: Estudo da arte sobre TICs e/ou EaD; Avaliação da Aprendizagem na EaD e/ou mediadas pelas TICs; Formação de Professores para a EaD e/ou para o uso das TICs; Metodologias e Práticas Educativas na EaD e/ou para o uso das TICs.

O período de envio dos artigos será até 10 de janeiro de 2016. Os textos para a seção temática devem ser encaminhados, também, para o email: tics.eadfoco.uemanet@gmail.com.

As demais orientações formais para submissão estão disponíveis nos seguintes links:
http://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco
http://ppg.revistas.uema.br/index.php/ticseadfoco

Organizadores:
Profª. Dra. Ilka Márcia Ribeiro de Souza Serra
Profª. Dra. Sannya Fernanda Nunes Rodrigues
Profª. Ma. Eliza Flora Muniz Araújo
Profª. Ma. Francilene Duarte Santos

Início das defesas de TCC no Curso de Especialização em Educação do Campo

IMG_2756

IMG_2768

Nova Imagem

Na foto: Ana Gardênia Lima Martins, Narcisa Enes Rocha, Ana Valéria Lucena Lima Assunção, Sandra Regina Pinheiro Abreu, Fabrício Ferreira Baltazar e Ariadne Enes Rocha.

No último dia 16 de novembro, teve início processo de defesa de Trabalho de Conclusão de Curso da Especialização em Educação do Campo da Universidade Estadual do Maranhão, modalidade a distância, polo São Luís.

Os primeiros trabalhos apresentados foram: Possibilidades e Contribuições da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão-AGERP para o Fortalecimento da Educação no Campo, da aluna Sandra Regina Pinheiro Abreu; O Estudo de História e Cultura Africana no Ensino de Arte em uma Escola do Campo Quilombola: problemáticas e desafios, da aluna Ana Valéria Lucena Lima Assunção. As alunas foram orientadas pela professora Msc. Narcisa Enes Rocha.

“Nesse momento o curso ultrapassa seu objetivo inicial de formação continuada dos profissionais que atuaram no campo, contribuindo com a sistematização da memória da realidade do campo maranhense e promovendo discussões que poderão auxiliar na elaboração de políticas públicas para a conquista de uma educação com qualidade e contextualizada”, comentou a Coordenadora da Especialização em Educação do Campo, Profa. Ariadne Rocha.

As bancas de defesa foram compostas pelos professores Msc. Ana Gardênia Lima Martins Mendes, Msc. Fabrício Ferreira Baltazar e Dra. Ariadne Enes Rocha.

UEMAnet realiza o II Seminário Integrador CT Alimentos

No último dia 14 de novembro, aconteceu o II Seminário Integrador do Curso Técnico em Alimentos e-Tec/UEMAnet, que teve como temática “A Importância da Segurança do Trabalho e uso correto de EPIs na indústria de alimentos”. O evento teve como objetivo possibilitar a articulação teoria e prática entre as disciplinas do módulo II, tendo como perspectiva a indústria de alimentos, controle de qualidade dos alimentos e a saúde e segurança no trabalho. Participaram do Seminário os alunos dos polos Paulo VI e São José Operário.

Veja algumas fotos:

IMG_2669

IMG_2671

IMG_2673

IMG-20151116-WA0063

IMG_2669

UEMA lança revista científica durante 21º CIAED

homepageImage_pt_BR

A Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, Ilka Serra, lançou durante o 21º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância a primeira edição da Revista TICs & EaD. Uma publicação online, científica multidisciplinar e sem fins lucrativos. Seu Conselho Editorial é formado por pesquisadores com experiência na temática do desenvolvimento, sociedade e cooperação internacional.

A revista tem como propósito principal a difusão do conhecimento e intercâmbio de trabalhos de investigação, realizados na área da Educação a Distância e na área das Tecnologias com impacto positivo no Ensino e na Aprendizagem desenvolvidos no Maranhão, no Brasil e no Mundo.

Entre as suas atribuições estão: abordar questões conceituais e metodológicas, bem como o desenvolvimento da pesquisa, aplicada ou teórica, de Educação a Distância – EaD e/ou sobre as Tecnologia de Informação e Comunicação – TICs; propiciar um espaço para o debate teórico acerca de enfoques específicos com a transversalização das TICs, contribuindo para o avanço científico das áreas vinculadas; difundir a produção científica de pesquisadores da EaD e das TICs, vinculados em institutos de pesquisa e de Educação Superior no Brasil e no exterior.

Com periodicidade quadrimestral, a publicação contém artigos (de pesquisas concluídas, em andamento, estudo de revisão da arte de mestres e doutores), resenhas (participação de alunos pós-graduandos, mestrandos e doutorandos em coautoria com seus orientadores) e entrevistas.

Área de Concentração (linhas de investigação)
▪ Estudo da arte sobre TICs e/ou EaD;
▪ Avaliação da Aprendizagem na EaD e/ou mediadas pelas TICs;
▪ Formação de Professores para a EaD e/ou para o uso das TICs;
▪ Metodologias e Práticas Educativas na EaD e/ou para o uso das TICs.

As publicações deverão ser submetidas online, depois do registro, no site da Revista TICs e EaD em Foco, no seguinte endereço, onde poderá conferir a primeira edição da mesma: http://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail tics.eadfoco.uemanet@gmail.com ou pelo telefone (98) 99934 5277.

UEMA discute educação do campo durante congresso de EAD

dani1

A Universidade Estadual do Maranhão discutiu, na tarde do dia 27 de outubro, sobre Impactos da EAD na prática educativa dos professores do campo no 21° Congresso Internacional ABED de Educação a Distância – CIAED.

O trabalho tem como objetivo compreender os fundamentos teórico-metodológicos que orientam e fundamentam a prática educativa dos professores egressos do curso de Especialização em Educação do Campo, ofertado na modalidade a distância pela UEMA.

“A importância do trabalho se pauta na oferta de subsídios ao se pensar em novas ofertas de curso voltadas para a realidade das escolas do campo e identificar até que ponto a modalidade a distância contribui para atender a formação desses professores”, explicou Danielle Peixoto, professora e colaboradora do Núcleo de Tecnologias para Educação da Instituição – UEMAnet.

O projeto busca, também, desvendar como as inovações tecnológicas se refletem na ação do professor sem experiência de estudar utilizando as ferramentas da informação e comunicação bem como no contexto da sua prática educativa.

“Os resultados da pesquisa mostram que a combinação da EAD com a educação do campo possibilita um processo de inclusão na escola do campo que é um espaço de formação social, práticas e possibilidades”, finalizou Danielle.

TICs intermediando o PAR é tema de discussão em congresso de EAD

IMG_0317Na tarde do dia 27 de outubro, no 21° Congresso Internacional de Educação a Distância – CIAED, a Universidade Estadual do Maranhão discutiu o tema As TICs intermediando o Plano de Ações Articuladas: uma experiência inovadora.

No trabalho foram apresentados os procedimentos adotados pela coordenação do Plano de Ações Articuladas – PAR, programa do Governo Federal, desenvolvido em parceria com a UEMA/MEC/FNDE/UNDIME, para prestar atendimento aos 217 municípios do Estado do Maranhão, utilizando as Tecnologias de Informação e Comunicação – TICs.

“Pensar em utilizar as TICs foi uma forma de desenvolver estratégias de articulação e colaboração com os municípios na perspectiva de capacitar as equipes gestoras municipais para utilização das ferramentas tecnológicas, tendo em vista o processo de construção acompanhamento de seus planos”, explicou Alexsandra Smith, uma das autoras do trabalho e Coordenadora do PAR no Estado.

Além disso, a ideia foi prestar atendimento às equipes gestoras municipais, utilizando o Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA (Moodle) da UEMA e outras ferramentas tecnológicas, imprimindo maior agilidade e dinamicidade ao trabalho, evitando constantes deslocamentos.

Saiba mais sobre o PAR – É um plano plurianual, com previsão de quatro anos, cuja metodologia envolve três fases: o diagnóstico/elaboração, análise técnica e monitoramento/acompanhamento.

O diagnóstico é construído em quatro dimensões: gestão educacional; formação de professores e de profissionais de serviço e apoio escolar; práticas pedagógicas e avaliação e infraestrutura física e recursos pedagógicos. As dimensões se desdobram em indicadores educacionais. Assim são fixadas as prioridades e definidas as ações/subações, objetivando a melhoria da educação básica.

UEMA destaca a educação mediada pelas tecnologias durante congresso internacional de educação a distância 

IMG_0061

 

 

IMG_0156

Dadas as dimensões continentais do nosso País, a tecnologia tem exercido um papel fundamental na articulação entre municípios longínquos, encurtando os caminhos do conhecimento, propiciando a troca de experiências e, consequentemente, possibilitando a construção de novos saberes com a intermediação das tecnologias educacionais.  Diante disso, surge a seguinte indagação: Concretamente, o que se entende por tecnologias educacionais?

De acordo com a Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão (UEMAnet), a Profa. Dra. Ilka Serra, o termo tecnologia educacional “remete ao emprego de recursos tecnológicos como ferramenta para aprimorar o ensino. É usar a tecnologia a favor da educação, promovendo mais desenvolvimento socioeducativo e melhor acesso à informação”.

Nesse sentido, vale lembrar que a Associação Brasileira de Tecnologia Educacional (ABT) trava uma luta diária para que realmente aconteça a ampliação do uso das tecnologias nos processos de ensino-aprendizagem em todo o país. Segundo a ABT, ainda há resistência por parte de alguns profissionais da educação, em utilizarem esse mecanismo por temerem ser substituídos pela tecnologia.

A Coordenadora do UEMAnet esclarece que tudo isso é um mito, um equívoco que precisa ser revisto: “É necessário deixar bem claro que a tecnologia é um recurso de apoio, e não substituta da ação. Portanto, aliar tecnologia educacional ao trabalho de bons professores é imprescindível para tornar o ensino mais interessante e motivador. Isso se aplica tanto para a modalidade presencial quanto a distância e, nessa perspectiva, podemos afirmar que a UEMA tem avançado bastante, uma vez que grande parte de seus professores já vem experimentando com sucesso essa inovadora forma de trabalhar”, pontuou a Profa. Dra. Ilka Serra.

É com essa determinação que a UEMA, por meio do UEMAnet, tem concentrado esforços no sentido de cada vez mais se consolidar como instituição educacional de referência,  dispondo-se a investir tanto em tecnologias quanto em recursos humanos.  É com essa compreensão que o Núcleo tem promovido eventos internos que buscam qualificar constantemente os seus profissionais, bem como participado de eventos externos de diferentes formas, a exemplo do 21º CIAED – Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, que acontece em Bento Gonçalves/RS, de 25 a 29 de outubro. No evento, a instituição de ensino expõe seus diversos produtos em um stand; participa com mesa redonda, palestras, trabalhos científicos, sessão de pôsteres.

Durante os cinco dias de programação, a UEMA levará para discussão os seguintes assuntos: TICs; Produção de material didático audiovisual e impresso; Educação do Campo; Validação de materiais didáticos para EAD; MOOCs e REA; Vídeoaulas; Monitoria; Gestão da tutoria; Otimização dos processos de gestão acadêmica, além de uma palestra institucional intitulada A UEMA avançando no processo de democratização e interiorização da educação pública utilizando os recursos tecnológicos educacionais.

No stand, os visitantes têm a oportunidade de conhecer um pouco da trajetória da UEMA em EAD, seus projetos, programas e cursos ofertados na modalidade a distância, nos diferentes níveis acadêmicos (técnico, graduação e pós-graduação).

ESTANDE UEMAnet NA SNCT: MOVIMENTO INTENSO

12052365_910082825743371_2462483138191779324_o

12144657_910083135743340_8518286365571319085_n

O estande do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet teve movimento intenso no dia 22.10. Os tutores e alunos do curso técnico em Mineração aproveitaram a oportunidade para detalhar mais sobre o curso.

Explanaram aos presentes o conceito de mineração, áreas de atuação, perspectivas e abrangência de atuação no mercado maranhense e no Brasil. Definição e classificação de Rochas ( sedimentares, metamórficas e magmáticas), especificamente a rocha sedimentar onde se encontra os agregados inorgânicos minerais. Houve, também, exposição de rochas extraídas na bacia de itapecuru, especificamente na praia do araçagy , região de falésias e paredões, onde através das rochas expostas podemos mostrar as rochas: argilitos, arenitos e outros minérios como magnetita, dolomita e hematita presente no mineral.

Outro ponto focado no dia foi a questão dos cursos oferecidos pela Rede e- TEC no UEMAnet (como funciona o processo e estudos EAD e etc, além de mencionar também os cursos EAD de pós graduação.

UEMAnet participa da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

IMG_0674

 

IMG_0689

A XII Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) iniciou as atividades no dia 19 de outubro, se estendendo até 25 do mesmo mês, na Praça Maria Aragão. Com o tema “Luz, Ciência e Vida”, o evento tem como objetivo incentivar a produção da ciência, além de valorizar o trabalho e as invenções maranhenses.

Quem visita o estande do Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA – UEMAnet pode conhecer as mais variadas opções de cursos a distância oferecidos pela Universidade e tirar dúvidas sobre a metodologia de ensino, dinâmica, carga horária e mercado de trabalho.

O movimento no estande é intenso. Andressa Braga ficou encantada com a possibilidade de estudar a distância e gratuitamente. “Adorei saber que a UEMA nos oferece essa comodidade de estudar em casa e, ainda, de graça. Vou aproveitar esta oportunidade e optar por um dos cursos disponibilizados”, declarou ela.

IMG_0737O UEMAnet oferece as seguintes opções de cursos ao público: 14 técnicos de nível médio (Alimentos, Edificações, Informática, Contabilidade, Guia de Turismo, Controle Ambiental, Manutenção Automotiva, Planejamento e Gestão de TI, Redes de Computadores, Segurança do Trabalho, Serviços Públicos, Meio Ambiente, Meteorologia e Mineração); 4 de graduação (bacharelado em Filosofia, bacharelado em Administração Pública, licenciatura em Formação Pedagógica e licenciatura Pedagogia); 6 de pós-graduação (Gestão Pública, Gestão em Saúde, Gestão Pública Municipal, Educação do Campo, Psicologia da Educação e Ensino da Genética); 2 de ensino superior em Tecnologia (Alimentos e Gestão Comercial); além de vários cursos abertos (Negociação, Bioética, Empreendedorismo, Dificuldades de Aprendizagem, Gestão com Pessoas e Marketing e Varejo), com carga horária de até 60h.

A Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão é simultânea à Semana Nacional, organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, e busca despertar o interesse de crianças e jovens para a área, além de disseminar conhecimento.IMG_0680

UEMA realiza I Treinamento de Aperfeiçoamento e Qualidade no Atendimento do Serviço Público

IMG_8716

IMG_8734 IMG_8851

A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, realizou, nos dias 01 e 02 de outubro, o I Treinamento de Aperfeiçoamento e Qualidade no Atendimento do Serviço Público da UEMA. A capacitação foi voltada para todos os profissionais que trabalham com atendimento nos diversos setores da Instituição.
IMG_8812O treinamento teve o objetivo de desenvolver as habilidades e competências desses profissionais de forma a garantir a excelência na prestação dos serviços oferecidos à sociedade.

“A ideia foi buscar a mudança de atitudes e a transformação de comportamentos negativos para positivos e benéficos, bem como, desenvolver a sensibilidade individual e aguçar a percepção do profissional, proporcionando novos conhecimentos sobre diversos fatores que envolvem um atendimento de qualidade, buscando melhor prestação de serviços ao público interno e externo da Universidade”, explicou a Pedagoga Ana Cristina Araújo, umas das ministrantes da capacitação.

De acordo com a Coordenadora Geral do UEMAnet, Profa.Ilka Serra, atender bem exige profissionalismo e constante aprimoramento. “Este curso buscou, além da melhoria no atendimento, elevar o nível de motivação dos atendentes, destacando seu papel como agente transformador das relações com o público”, destacou a coordenadora.

IMG_8859Para a idealizadora do projeto, Profa.Eliza Flora Muniz Araújo, “o treinamento foi pensado com muito apreço e qualidade, contribuindo, assim, com o trabalho do servidor, fazendo com que ele valorize seu papel na instituição pública. Dessa forma, teremos colaboradores capacitados, atualizados e conscientes da importância da qualidade no atendimento ao público”.

A programação contou com temas bastante diversificados, como: treinamento, desenvolvimento e educação; motivação e autoestima; diretrizes para o bom atendimento público; etiqueta profissional. Tudo regado com dinâmicas e animação dos participantes.

“Foram dois dias muito proveitosos. Obtivemos um ótimo aprendizado. Foram momentos, também, de troca de experiências, de opiniões e de ideias em relação ao que pode melhorar no atendimento. Posso dizer que estou preparado para melhor atender ao público”, afirmou o participante do curso, Fernando Soeiro Mendes.

IMG_9322

Fale com a diretoria