UEMA - UemaNet

Notícias

UEMA apresenta Projeto de Mediação Tecnológica na Espanha

A Universidade Estadual do Maranhão participou como apoiadora do VI Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa (CIAIQ). Este ano o congresso aconteceu na cidade de Salamanca na Espanha, de 12 a 14 deste mês.ilka espanha 2

A Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação (Uemanet) esteve apresentando o trabalho envolvendo a Mediação Tecnológica no Contexto dos Cursos Técnicos EaD. “A nossa proposta objetivou levar uma abordagem qualitativa, do agir comunicativo na mediação tecnológica do curso técnico de manutenção automotiva” ressaltou a Prof. Ilka Serra.

O CIAIQ acontece desde 2011 e a UEMA é uma das apoiadoras desde 2015. Os trabalhos apresentados por lá tomam por base Investigação Qualitativa na Educação,  Investigação Qualitativa na Saúde, Investigação Qualitativa nas Ciências Sociais e Investigação Qualitativa na Engenharia e Tecnologia.

Resultado definitivo da seleção de Tutoria para o Curso de Inglês após Recurso

A Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, divulga o resultado definitivo da seleção de Tutoria para o Curso de Inglês após recurso.

Conforme especificado no item 7 do Edital 08/2017, o candidato classificado deve, obrigatoriamente, participar da Capacitação de Tutores.

As informações referentes ao local e horário da Capacitação serão enviadas para o e-mail de cada candidato.

Resultado definitivo Tutoria para o Curso de Inglês

Resultado da Seleção de Tutoria para o Curso de Inglês

A Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, divulga o resultado da seleção de Tutoria para o Curso de Inglês.

A classificação foi feita pela ordem decrescente da soma do total de pontos obtidos na Entrevista e Prova de Títulos.

A interposição de recurso ao resultado deve ser feito através do e-mail: seletivotutores.uemanet@gmail.com até às 23h59 do dia 12/07/2017 de acordo com o estabelecido no item 10 do Edital nº 08/2017.

A relação da documentação a ser enviada será encaminhada para o e-mail dos candidatos classificados dentro do limite das vagas.

Resultado preliminar Tutoria para o Curso de Inglês

UEMA lança mais uma edição digital da Revista TICs & EaD em Foco

TICs & EaD em Focotics 3 2017

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) acaba de lançar mais uma edição da Revista TICs & EaD em Foco.

A TICs & EaD em Foco é uma publicação online, científica multidisciplinar que versa sobre a difusão do conhecimento e intercâmbio de trabalhos de investigação, realizados na área da Educação a Distância e na área das Tecnologias com impacto positivo no Ensino e na Aprendizagem desenvolvidos no Maranhão, no Brasil e no Mundo.

Área de Concentração da revista:

▪ Estudo da arte sobre TICs e/ou EaD;

▪ Avaliação da Aprendizagem na EaD e/ou mediadas pelas TICs;

▪ Formação de Professores para a EaD e/ou para o uso das TICs;

▪ Metodologias e Práticas Educativas na EaD e/ou para o uso das TICs.

Clique aqui e acesse a nova edição da Revista TICs e EaD.

http://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/index

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail tics.eadfoco.uemanet@gmail.com

A Revista TICs e EaD em Foco é uma publicação científica multidisciplinar semestral do Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA – UEMAnet.

Aconteceu na Escola de Agronomia da UEMA Oficina do Curso de Pedagogia da EAD

 

pedagogia

 Aconteceu no último sábado, 01 de Julho, na Escola de Agronomia do Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), uma oficina de recursos didáticos da disciplina de Fundamentos e Métodos da Educação Infantil, realizada pelos alunos do 5º período do Curso de Pedagogia, Polo São Luís, da educação a distância da Universidade. A oficina aconteceu nos turnos matutino e vespertino.

Os alunos desenvolveram atividades em sala de aula sobre a confecção dos recursos didáticos e, em seguida, fizeram demonstrações aos tutores presenciais e a distância que acompanharam e avaliaram a execução dos recursos que obedeceram às normas da disciplina, abordando a musicalidade na infância, artes visuais, psicomotricidade e desenvolvimento da linguagem escrita, voltados para crianças do infantil I e II.

Os acadêmicos de Pedagogia irão elaborar um relatório da oficina para os professores e terão até o próximo dia 08 de Julho (sábado) para postar no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA.

 

Texto: Andréia Maranhão

Segundo dia do 1º Simpósio Internacional de Inovação em Educação Superior – SIIES tem mesas-redondas e lançamento de livros  

Nesta quarta-feira (28) o 1º Simpósio Internacional de Inovação em Educação Superior – SIIES, iniciou suas atividades com as Comunicações Orais. Na sequência foram abertas as mesas-redondas para ampliação dos debates sobre as estratégias inovadoras aplicadas à educação superior.

A Sala Juçara acolheu a Mesa-Redonda 1 com o tema “APRENDIZAGEM FLEXÍVEL” com Fredric Litto (ABED) – Educação Híbrida; José Valente (UNICAMP) – Metodologias Ativas no Ensino Superior: uma experiência com sala de aula invertida na graduação em Midialogia; e Antonio Teixeira (UAB/Portugual) – Para uma Educação Aberta e Escalável de Qualidade.

O presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), Fredric Litto ressaltou a importância da Educação Híbrida para romper barreiras entre a educação presencial e a distância. “No início dos primeiros cursos a distância tínhamos o envio dos materiais por correspondências. Tivemos a fase do tele ensino. E hoje com as tecnologias digitais essa interação é mais imediata. Mas ela não pode e nem deve ser exclusiva da EaD. O uso das Tics deve estar presente nas duas modalidades de Educação. E a Educação Híbrida vem para romper as barreiras entre o presencial e a distância”, esclareceu Litto.

A Sala Babaçu recebeu a Mesa-Redonda 2 que abordou o tema “CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA” com José Manuel Moran (ECA-USP) – Como transformar nossas universidades?; Jordi Quintana(UB/Espanha) – Ambientes favoráveis à inovação em Educação Superior; e Romero Tori (USP) – Educação sem Limites.

Realizadas de forma simultânea, na Sala Buriti ocorreu a Mesa-Redonda 3 com o tema “NEUROCIÊNCIA E TECNOLOGIAS ASSISTIVAS”, e presença do Sidarta Ribeiro (UFRN) – Rumo ao Cultivo Ecológico da Mente; Kathia Marise (UNEB) – Cognição, Ambientes Telemáticos e Difusão do Conhecimento; Elisa Tomoe Schlunzen (FTC/UNESP) – Abordagem Construcionista, Contextualizada e Significativa: possibilidades para Educação Superior Inclusiva.

No período da tarde foram realizadas palestras institucionais, incluindo o Modelo Mundial em Gestão Pública e Educação Técnica ministrada por João Martini, da Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (FIEC). O modelo de educação empregada pela FIEC é reconhecido mundialmente, uma vez que jovens entre 16-17 anos cursam o ensino médio em paralelo com ensino profissionalizante e curso de idioma. Sendo assim, após saírem da escola 97% dos jovens são aproveitados por empresas e indústrias da região de Indaiatuba, segundo Martini.

Outro momento de destaque foram os lançamentos dos livros “Educação Sem Distância” de Romero Tori (USP), e do “Tecnologias Educacionais: avaliação e processos de informação”, da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet. A obra foi construída por 18 mãos e organizada por cinco dos seus autores. São autores: André Jansen, Claudia Moraes, Danielle Lima, Eliza Flora Araújo, Francilene Queiroz, Ilka Márcia Serra, Ilma Pinheiro, Ingridiane Albuquerque, Isis Bastos, João Augusto Silva, João Batista Junior, Kátia Fonseca, Mauro Carozzo, Nádia Carozzo, Nilra Sampaio, Roberta dos Reis, Sannya Rodrigues e Tássia Santos.

 

A coordenadora do UEMAnet e uma das organizadoras do livro, Ilka Serra, fez o agradecimento em nome de todos os autores e organizadores e destacou a importância da publicação para a UEMA e UEMAnet.

Para o autor do segundo lançamento – Educação Sem Distância - Romero Tori, o livro aborda a educação sem limites entre presencial e a distância. “Não podemos replicar o modelo da educação presencial na EaD, pois este ainda é muito improvisado, ou seja, do docente que não se prepara para estar dentro da sala de aula. Na EaD não é possível improvisar. Não podemos limitar o conceito de presencial. Por isso, trabalho o conceito de educação sem distância, uma educação sem limites. O bom do presencial deve ser adotado pela EaD e vice-versa”, ressaltou.

O segundo dia de Simpósio ainda teve em suas atividades a palestra “Inovação na Educação Superior: uma contribuição da sociedade local, ministrada pelo Diretor-presidente da Sociedade Brasileira Pró-inovação Tecnológica, prof. Dr. Roberto Nicolsky. Ele destacou a busca por soluções ao longo da história que geraram inovações. Durante sua palestra, tratou das dificuldades enfrentadas para o investimento em inovação, consequentemente, inovação na educação. “Uma das grandes barreiras está na carga tributária. É difícil ver alguém investir em um país onde os tributos e impostos são altos. A educação também sofre com isso, mas precisamos mudar o cenário”, enfatizou.

 

 

19429968_1412609938823988_5297514121847650738_n 19437395_1412609402157375_8198244946677835109_n 19437528_1412610065490642_8123920692653796346_n 19510322_1413927478692234_4834973118014649177_n 19510495_1413927872025528_8654659216580890141_n 19511286_1413927778692204_3375078299899921643_n 19553865_1413927252025590_2560563428990192837_n 19554365_1413927742025541_589326900274943540_n 19554386_1413927918692190_1971419443586139922_n 19554983_1413927405358908_2078715299367618579_n

Formação docente é destaque na abertura do 1º Simpósio Internacional de Inovação em Educação Superior (SIIES 2017)

A Educação Superior e as intensas transformações causadas pelas mudanças sociais provocadas pela globalização e inovação tecnológica estarão em debate nos próximos dias durante o SIIES, evento realizado pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em parceria com a Associação Brasileira de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM).

Com um público expressivo, a abertura do evento, realizada na noite de ontem (27) foi marcada pelo entusiasmo e expectativa de professores, pesquisadores, gestores e alunos, que apostam no encontro como um momento ideal para quebrar barreiras no processo de troca de conhecimentos e experiências educacionais. Sentimento reforçado pelo reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa. “É o momento de debate. Vivemos um processo de internacionalização do conhecimento e a UEMA está atenta a esse cenário. Por isso, a Universidade se sente honrada em sediar um evento desse porte, onde ao discutir inovação na Educação Superior produz uma agenda mobilizadora e acende a luz da esperança em tempos de notícias tão negativas que nos atinge”, afirmou.

Com ampla abrangência de temáticas de grande relevância no âmbito da inovação aplicada ao ensino superior, a realização do SIEES acontece em formato inédito no país. “O propósito do Simpósio é nos levar a repensar a educação, assim o SIEES quer contribuir para a construção de um novo projeto para as práticas educacionais. Esta é a primeira edição do evento nessas condições de estrutura e organização, o que nos deixa gratos a todos os envolvidos na sua realização”, registrou a prof. Ilka Márcia de Souza Serra, Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet).

Palestra – Na abertura do Simpósio, o prof. Dr. Antônio Sampaio da Nóvoa, Reitor Honorário da Universidade de Lisboa, convidou aos participantes para um debate sobre o descompasso entre as universidades e a sociedade, apresentando fatores essenciais para a construção de novos motivadores para a educação durante a palestra ‘A Universidade à Procura do Século XXI’. “As universidades estão à deriva, sem clareza do que fazer e os caminhos a seguir. O processo vai demorar, mas se não houver adaptação, as universidades serão substituídas por instituições de ofereçam outras práticas”, disse o palestrante.

Ao relacionar revolução digital com o ambiente de ensino, Nóvoa indagou sobre como aplicar os conceitos de autonomia, diferenciação, cooperação e criação nas salas de aula tradicionais. “Se não construirmos novos ambientes de aprendizagem não faremos a transformação na educação que a revolução digital exige. Não se pode apostar no digital por si só, é preciso ter os ambientes”, enfatizou.

Nóvoa ainda usou do momento para levantar um debate sobre ciência e a necessidade de continuar investindo nela mesmo em momentos de crise. “É necessário ter essa cultura de construção da ciência. Portugal levantou-se de sua maior crise pois as escolas e universidades continuaram fazendo seu papel. A sociedade precisa perceber o valor que a ciência e pesquisa possuem”.

A programação do 1º Simpósio Internacional de Inovação em Educação Superior segue até amanhã (29), no Hotel Rio Poty, na Ponta D’Areia, em São Luís.  A agenda envolve 06 mesas redondas, com a participação de palestrantes nacionais e internacionais de notório saber. Além disso, haverá́ painéis de comunicação com apresentações de artigos científicos e palestras institucionais com cases de sucesso.

 

 

Fotos: Andréia Maranhão

 

ilka discurso 27 28

UEMA sedia reunião do Fórum Nacional dos Coordenadores da Universidade Aberta do Brasil

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet), recebeu nesta segunda-feira (26), em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e o Instituto Federal do Maranhão (IFMA), a Reunião Extraordinária do (UAB) deste ano, no auditório do Hotel Rio Poty, em São Luís.IMG_0647

 

A UAB é um sistema integrado por Universidades Públicas de Ensino Superior que oferece cursos de nível superior para camadas da população com dificuldade de acesso a formação universitária, por meio da educação mediada pela tecnologia.

O evento reúne aproximadamente 70 Coordenadores das unidades da UAB de vários estados do Brasil para discutir ideias, obstáculos e possibilidades de superação das dificuldades enfrentadas, além do compartilhamento de práticas inovadoras nos campos da pedagogia, inovação tecnológica e gestão de educação a distância.

 

A Professora Ilka Serra, presidente do Fórum Nacional de Coordenadores do Sistema Universidade Aberta do Brasil, representando também a UEMA na cerimônia, recepcionou a todos os participantes através da certeza de que serão dias muito proveitosos. “Temos que manter essa parceria cada vez mais forte e inclusive, no atual momento do Brasil, teremos a responsabilidade de fazer mais com menos. Isso não diminuirá o fortalecimento do Fórum, pelo contrário, nos motivará a manter firme este Sistema que há dez anos vem dando certo”. Para ela a UAB já não está mais em fase experimental. “Somos um sistema forte e que tem uma história que já se mostra vencedora e relevante para a educação brasileira.” completou.

 

A Reunião do Fórum continua por todo dia de hoje e segue até amanhã pela manhã com várias plenárias e discussões sobre esse sistema tão importante para garantir o acesso ao conhecimento em todo território nacional.

 

Resultado definitivo da seleção de Assistente à Docência após análise de recurso.

A Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, divulga o resultado definitivo da seleção de Assistente à Docência após análise de recurso.
A relação de documentações foram encaminhadas para o e-mail dos candidatos classificados e devem ser encaminhadas ao endereço do UEMAnet até o dia 29/06/2017.
Para os candidatos residentes em São Luís a documentação deve ser entregue no UEMAnet nos dias 27/06 e 28/06 e no dia 03/07/2017, no horário das 14 às 18h.

RESULTADO DEFINITIVO SELEÇÃO ASSISTENTE A DOCÊNCIA

Reunião Extraordinária do Fórum Nacional dos Coordenadores da Universidade Aberta do Brasil (UAB)

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UemaNet), realiza nesta segunda-feira (26), em parceira com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e o Instituto Federal do Maranhão (IFMA), a abertura da segunda  Reunião Extraordinária do Fórum Nacional dos Coordenadores da Universidade Aberta do Brasil (UAB) deste ano, no auditório do Hotel Rio Poty, em São Luís.
O evento tem como objetivo reunir os coordenadores de todas as unidades da UAB para discutir ideias, obstáculos e possibilidades de superação das dificuldades enfrentadas, além do compartilhamento de práticas inovadoras nos campos da pedagogia, inovação tecnológica e gestão de educação a distância.
O evento contará com a participação de coordenadores de 71 das 104 instituições integrantes do Sistema.
Para a coordenadora Presidente  do Fórum Nacional de Coordenadores do Sistema Universidade Aberta do Brasil , Ilka Serra, está entusiasmada em  organizar mais este evento, que pela terceira vez é recebido pela UEMA “Esperamos com muita alegria a participação maciça dos integrantes deste Forum, desejamos que as discussões sejam proveitosas e possamos pensar juntos estratégias para o fortalecimento cada vez maior da UAB no país” confirmou a Prof. Ilka Serra.

Fale com a diretoria