UEMA - UemaNet

Notícias

Alunos do curso técnico em Alimentos participam de prática em laboratório

IMG_7597

IMG_7626

IMG_7631Cerca de 60 alunos do curso técnico em Alimentos dos polos São Luís Paulo VI e São José Operário, da Universidade Estadual do Maranhão, modalidade a distância, participaram de aula prática sobre química e bioquímica dos alimentos.

O momento teve os seguintes objetivos: relacionar teoria e prática conhecendo o ambiente de um laboratório; participar da rotina de um laboratório de análises bioquímicas; compreender as regras gerais de segurança de um laboratório de análises bioquímicas, além de outros procedimentos.

Na oportunidade, eles aprenderam como manusear equipamentos de laboratório de análises bioquímicas e vidrarias utilizadas nas análises bioquímicas. Além disso, conheceram as regras gerais de segurança (hábitos individuais, gerais e indumentárias) e os principais reagentes utilizados em laboratório.

“É muito importante que os alunos vivenciem e coloquem em prática os conteúdos trabalhados nas disciplinas, com vistas à formação da identidade profissional deles enquanto estudantes do Curso Técnico em Alimentos e futuros profissionais dessa área”, comentou a coordenadora e-Tec do Polo São Luís, Aparecida Sousa.

Para a estudante Gardenea Matos “os presentes tiveram a oportunidade de observar mais uma forma de atuação do profissional técnico em Alimentos”.

Já Ana Paula Rodrigues destacou que “práticas são sempre bem vindas, uma vez que fazem com que o aluno absorva conhecimento e aprenda in loco como será sua futura profissão”.

UEMA realizou a abertura do I Seminário de Psicologia da Educação

IMG-20150923-WA0028

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realizou na tarde do dia 23.09, a abertura do I Seminário de Psicologia da Educação, no Centro de Convenções do Campus Paulo VI, com o tema “Contribuições da Psicologia da Educação, face aos desafios na formação docente para o desenvolvimento humano”.

Participaram da solenidade de abertura a pró-reitora de Graduação da UEMA, Andrea de Araújo, representando o reitor, Gustavo Pereira da Costa; a coordenadora do Curso de Especialização em Psicologia da Educação a distância da UEMA, Antônia Márcia Torres; a coordenadora do Curso de Pedagogia a distância, Heloisa Varão, representando a coordenadora Geral do UemaNet, Ilka Serra; Sandra Imaculada Moreira, representando o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Marcelo Cheche; a assistente da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis, Graça Neri, representando o pró-reitor, Porfírio Candanedo Guerra; a chefe do departamento de Educação e Filosofia, Iva Souza da Silva; Silvana Vale Nascimento, representando a FAPEMA e a pró-reitora de Ensino do IEMA, Socorro Forte, representando o secretário de Estado da Tecnologia e Inovação do Estado do Maranhão, Bira do Pindaré; bem como alunos, professores e autoridades.

Na oportunidade, a pró-reitora de Graduação da UEMA, Andrea de Araújo destacou “esse I Seminário demonstra que a psicologia da educação vem ganhando força, e cada vez mais importância e relevância em nossa universidade, buscando atender as demandas do Estado. Os desafios têm sido superados diariamente. É preciso, ousar e criar, dado o contexto de transformação em que vivemos, a fim de dialogar e fortalecer laços”.

“A ideia é, além de discutir sobre o tema escolhido, enfocar a cultura como uma das dimensões determinantes na educação. Esse curso existe para formar melhor o professor e essa formação precisa ser também, cultural”, explicou a coordenadora do Curso de Especialização em Psicologia da Educação da UEMA, Antônia Márcia Torres.

A palestra de abertura intitulada, “O futuro da escola e a educação do futuro”, foi proferida pelo filósofo e escritor Marcelo Sando que apresentou a necessidade de realizarmos novas reflexões sobre a educação. “Precisamos sair de uma modalidade de ensinar para um modelo de aprender, com menos intervenção dos adultos. A ideia do cultivo pode ser à base de uma nova educação, possibilitando que, com condições, o individuo se desenvolva sozinho. A nossa geração precisa lidar com os assuntos que são contemporâneos a nós, abandonar as relações verticais para entrar em outra lógica de relações horizontais”.

O I Seminário de Psicologia da Educação, organizado pelo curso de especialização em Psicologia da Educação, modalidade a distância, irá até amanhã (25) com o objetivo de discutir e difundir as práticas e os conhecimentos desenvolvidos, acerca da Psicologia da Educação, por meio de palestras, mesas redondas, oficinas e exposição do material produzido, no curso de Especialização em Psicologia da Educação a UEMA, de educadores das redes públicas municipais e estadual, privadas do estado do Maranhão e de outros estados.

A programação gira em torno de temáticas como: Processos psicossociais na formação da subjetividade docente; Desenvolvimento humano e educação; Aspectos e fatores da aprendizagem e dificuldades de aprendizagem; políticas públicas de educação e ensino escolar; Cultura e educação.

Além disso, a programação, ainda, conta, com palestrantes de renome na área educacional e nos intervalos das palestras e mesas redondas ocorrem intervenções culturais, que envolvem performances teatrais, músicas, mímicos, etc. E, ao final de cada dia, os participantes, ainda, podem se inebriar com as apresentações culturais Tambor de Crioula de Mestre Felipe, Bumba Meu Boi de Santa Fé e Banda Xaxados e Perdidos.

A Psicologia da Educação não estuda apenas as dificuldades de aprendizagem, mas se preocupa com os processos de formação da subjetividade do educador/professor, assim como com os processos psicossociais que envolvem o desenvolvimento integral do sujeito/educando, incluindo a personalidade e a aprendizagem, além de todos os processos e fenômenos que envolvem a educação, o ensinar e o aprender.

Por: Karla Almeida

UEMA realiza I Treinamento de Aperfeiçoamento e Qualidade no Atendimento do Serviço Público

Evento logoA Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMANet, realizará, nos dias 01 e 02 de outubro, o I Treinamento de Aperfeiçoamento e Qualidade no Atendimento do Serviço Público da UEMA. A capacitação é voltada para todos os profissionais que trabalham com atendimento nos diversos setores da Instituição.

O treinamento tem como objetivo desenvolver as habilidades e competências desses profissionais de forma a garantir a excelência na prestação dos serviços oferecidos à sociedade.

“A ideia é buscar a mudança de atitudes e a transformação de comportamentos negativos para positivos e benéficos, bem como, desenvolver a sensibilidade individual e aguçar a percepção do profissional, proporcionando novos conhecimentos sobre diversos fatores que envolvem um atendimento de qualidade, buscando melhor prestação de serviços ao público interno e externo da Universidade”, explicou a Pedagoga Ana Cristina Araújo, ministrante da capacitação.

A programação consta de temas como: treinamento, desenvolvimento e educação; motivação e autoestima; diretrizes para o bom atendimento público; etiqueta profissional e muito mais.

Os interessados serão divididos em duas turmas, uma pela manhã (8h às 12h) e outra a tarde (16h às 20h). Para se inscrever basta acessar http://goo.gl/forms/Zsl5mgI9iI.

Veja programação abaixo AQUI.

I Seminário de Psicologia da Educação da UEMA: Data para submissão de trabalhos é prorrogada

Nova ImagemQuem ainda não submeteu seu trabalho para participar do I Seminário de Psicologia da Educação da Universidade Estadual do Maranhão ainda tem chance. As inscrições foram prorrogadas e acontecem até o dia 11 de setembro. O resultado dos resumos aprovados sai no dia 16 de setembro. Todos os autores desses resumos aprovados devem enviar o trabalho completo até 20 do mesmo mês. Acesse o site www.psicologiadaeducacaouemanet.webnode.com e faça a sua inscrição. No mesmo site há mais informações.

O evento, que acontecerá nas dependências da UEMA de 23 a 25 de outubro, traz o tema Contribuições da Psicologia da Educação, face aos desafios na formação docente para o desenvolvimento humano.

O Seminário pretende discutir e difundir as práticas e os conhecimentos desenvolvidos, acerca da Psicologia da Educação, por meio de palestras, mesas redondas, oficinas e exposição do material produzido, no Curso de Especialização em Psicologia da Educação a UEMA, de educadores das redes públicas municipais e estadual, privadas do estado do Maranhão e de outros estados.

A programação girará em torno das seguintes temáticas: processos psicossociais na formação da subjetividade docente; desenvolvimento humano e educação; aspectos e fatores da aprendizagem e dificuldades de aprendizagem; políticas públicas de educação e ensino escolar; cultura e educação.

Além disso, a programação, ainda, conta, com palestrantes de renome na área educacional, como os professores Marcelo Sando de Oliveira, Valdelúcia Alves da Costa e Jorge Nassim Vieira Najjar. Nos intervalos das palestras e mesas redondas haverá intervenções culturais, que envolverão música, teatro, dança, poesia, cinema e mímica. E, ao final de cada dia, os participantes, ainda, poderão se inebriar com as apresentações culturais Tambor de Crioula União de São Benedito, Boi de Santa Fé e Banda Xaxados e Perdidos.

“A ideia é, além de discutir sobre o tema escolhido, enfocar a cultura como uma das dimensões determinantes na educação. Esse curso existe para formar melhor o professor e essa formação precisa ser, também, cultural”, explicou a Coordenadora do Curso de Especialização em Psicologia da Educação da UEMA, Profa.Márcia Torres.

UEMA inicia diálogo para futura parceria com a TV Brasil

IMG_5432  IMG_5437

A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMANET está em fase de conversação com a Empresa Brasileira de Comunicação – EBC, através da TV Brasil, para veiculação de uma série ou programa na seccional Maranhão.

O Superintendente da TV Brasil no Estado, Ebenézer Nascimento, e o Coordenador de Programação, Gabriel Oliveira, estiveram no UEMANET conhecendo as instalações e ouvindo a proposta da Coordenadora Geral, Profa.Ilka Serra.

IMG_5436

“A UEMA tem muito a somar com a Empresa Brasileira de Comunicação – EBC, no Maranhão. Integramos tecnologias educacionais com tecnologias de comunicação e essa integração tem nos permitido excelente forma de INOVAR na Educação”, disse a Coordenadora do UEMANET, Ilka Serra.

De acordo com o Superintendente Regional Ebenézer Nascimento há sempre a necessidade de se criar parcerias produtivas. “A missão da EBC é criar e difundir conteúdos que contribuam para a formação crítica das pessoas. Eu creio que a tarefa da UEMA se assemelha muito a essa missão que nos norteia. A universidade é um centro de excelência na fomentação de cursos e formação de recursos humanos para uma sociedade em constante transformação. Portanto, uma parceria entre a EBC (e seus veículos) com a UEMA me parece um encontro salutar entre entidades que desejam estar à frente, no desafio desses novos tempos”, disse ele, que se mostrou encantado pela estrutura física, pedagógica e tecnológica do UEMANET.

A ideia é criar uma série semanal sobre alguns assuntos, que serão posteriormente definidos, como meio ambiente, controle ambiental, inclusão digital, redes sociais, tecnologias educacionias, direitos humanos e exercício da cidadania. Um desses temas será eleito para a programação e fomento da parceria.

IMG_5431

“Observei na UEMA, por meio do UEMANET, uma experiência exitosa que me impressionou bastante. Professores/educadores, economistas, engenheiros, enfermeiros… todos envolvidos na sinergia da produção de programas, vídeoaulas e documentários de excelente conteúdo. Sim, EBC/TV Brasil e UEMA podem construir uma relação na produção de conteúdos locais, destacando esses temas e outros de igual relevância. No momento estamos iniciando um processo de construção de uma faixa regional de conteúdos locais para exibição na TV Brasil, aqui em São Luís e acho que a UEMA será uma excelente parceira nesse processo”, destacou o superintendente.

A parceria passará para uma segunda fase no início de setembro, quando haverá uma nova reunião para a que a mesma seja oficializada, sendo decidido tema e tipo de programação.

UEMA adere à campanha em prol da manutenção do orçamento da Universidade Aberta do Brasil

IMG_5513No último dia 24.08 foi o Dia D da Campanha Nacional em Favor da Manutenção do orçamento da Universidade Aberta do Brasil – UAB. A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação para Educação – UEMANET, adota essa causa, uma vez que possui, em parceria com a CAPES, 22 polos UAB, ofertando cursos de graduação.

Os cortes no orçamento do Governo Federal para educação têm afetado o ensino em todas as universidades do país, inclusive na UEMA. O orçamento teve corte de 60% e as bolsas de 30%. “A UEMA está presente em 56 polos de educação a distância, sendo destes 22 UAB e o trabalho fica difícil com essa atitude do governo federal. Então, essa campanha vem exatamente em prol da continuação de uma educação com qualidade e não precarizada com os cortes que tivemos. Essa campanha vem para conseguirmos continuar ajudando uma quantidade enorme de pessoas que nem imaginava em ter uma educação superior. A EAD proporciona isso, faz a diferença na vida de muitas pessoas e é por isso que lutamos”, disse a coordenadora geral do UEMANET, Profa.Ilka Serra.

Atualmente, a UEMA possui, na modalidade a distância, 4 cursos de graduação (Filosofia, Pedagogia, Administração Pública e Formação Pedagógica), todos em andamento; 14 técnicos (Guia de Turismo, Alimentos, Edificações, Contabilidade, Serviços Públicos, Meio Ambiente, Controle Ambiental, Manutenção Automotiva, Segurança do Trabalho, Informática, Redes de Computadores, Planejamento, Gestão em TI, Meteorologia e Mineração), estando oito em andamento; 6 pós-graduações (Educação do Campo, Ensino da Genética, Psicologia da Educação, Gestão Pública, gestão Pública Municipal e Gestão em Saúde), todas em andamento; além de vários projetos de novos cursos e de inovação, que dependem do investimento do governo federal. “A verdade é que com esse corte não temos como abrir novas turmas”, destacou Ilka.

Com uma petição pública, professores e alunos esperam conseguir apoio para garantir o funcionamento do sistema, que é formado por universidades que oferecem cursos de ensino superior a distância para a população que tem dificuldade de acesso à formação universitária e para professores que atuam na educação básica.

Todos juntos por uma educação a distância pública, gratuita e com excelência de ensino. A educação a distância não pode parar!

Assine a petição pública (http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR83558) e faça a sua parte! A expectativa é coletar pelo menos 500 mil assinaturas.

Assista ao vídeo da campanha no youtube (https://youtu.be/do5LaUrNG3E) e saiba mais.

UEMANET realiza formação continuada de assistentes dos cursos técnicos

IMG_5421O Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA – UEMANET realizou, de 18 a 21 de agosto, formação continuada de assistentes dos cursos e-Tec/cursos técnicos, modalidade a distância. Na programação estavam os seguintes temas: Conhecendo a rede e-Tec Brasil; Explorando o Ambiente Virtual de Aprendizagem. Além de um momento para esclarecimentos de dúvidas sobre o e-Te e a função de assistente.

O momento objetivou a renovação dos conhecimentos dos assistentes, assim como aumentar o nível de interação entre eles, considerando a chegada de novos colegas e a concretização da política de valorização profissional do UEMANET.IMG_5419

UEMA intermedia capacitação da Secretaria de Educação de São Luís

IMG_5394 O Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão – UEMANET está intermediando o curso de Educação Especial em Contexto, usando as mídias tecnológicas na execução do mesmo. A capacitação é realizada pela Secretaria Municipal de Educação de São Luís – SEMED e contempla 180 professores da rede municipal de educação.

IMG_5408“A Secretaria entende a formação de professores como um dos elementos centrais para melhor atender aos desafios educacionais, com o intuito de proporcionar melhores conhecimentos a respeito do fazer pedagógico para estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação. Sabemos que para obtenção de bons resultados educacionais, devemos primar por condições necessárias para atendimento educacional especializado na rede”, destacou a Superintendente de Educação Especial da SEMED, Dalvina Amorim Ayres.

A Coordenadora Pedagógica de Design Educacional do UEMANET, Sannya Rodrigues, explica como se dá essa parceria com a Secretaria: “É um prazer sermos convidados para mediar esse curso. Pensamos no design, cadernos, fóruns, enfim, na sala de aula virtual para que o mesmo aconteça e em como os professores podem aproveitar da melhor maneira a capacitação. Juntos faremos disso uma parceria de sucesso”.

De acordo com o Secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro, o trabalho da Secretaria tem sido abraçado pela UEMA de uma forma muito carinhosa. “Saudo a todos cujo esforço é muito grande, esses professores que estão buscando se capacitar para melhor atender os alunos. Tenho absoluta certeza que com o curso sendo ofertado na modalidade semipresencial alcançaremos um maior número de professores”, ressaltou ele.

O Curso – Com duração de 120 horas, o curso tem o objetivo de qualificar profissionalmente professores da rede pública municipal de São Luís para atuarem proativamente no processo de ensino aprendizagem de estudantes com deficiência na perspectiva inclusiva. Será ofertado na forma semipresencial, sendo 80 horas a distância e 40 horas presencial.

IMG_5411Nas aulas presenciais serão realizadas oficinas, dinâmicas de grupo, atividades avaliativas individuais e em grupo. Para as aulas a distância serão disponibilizados no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA textos, vídeos e outros recursos como fórum de discussão para que os cursistas tenham oportunidade de refletir e relacionar conteúdos propostos no curso com materiais e as didáticas de aplicação. Os alunos, ainda, contarão com sistema de tutoria, que lhes garantirá ambiente de aprendizagem personalizado, dialógico, interativo, na intermediação com o material didático disponibilizado.

UEMA realiza II Seminário de Educação do Campo

Nova Imagem (3)A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do curso de especialização em Educação do Campo, modalidade a distância, realizou, nos dias 08 e 09 de agosto, o II Seminário de Educação do Campo, com o tema Avaliar para Reconstruir.

O evento aconteceu, simultaneamente, nos polos de Carolina, Caxias, Codó, Fortaleza dos Nogueiras, Santa Inês, São João dos Patos e São Luís, com o propósito de difundir para os alunos as orientações de Trabalho de Conclusão de Curso, bem como discutir os modelos de avaliação formativa e somativa, e o uso da prática de autoavaliação.

Os alunos tiveram palestras sobre as normas de elaboração de artigo e slides, orientações de defesa, e definição do cronograma de defesa de TCC. Estas apresentações foram via web conferência apresentados pela Profa.Ana Gardênia Lima Martins Mendes.

Após o termino da web os alunos ficaram com a programação por polo e apresentação de palestra sobre o tema do evento. “O tema leva a uma reflexão sobre a prática de ministrar e a forma de avaliação a ser aplicada em sala de aula com propósito de atingir o desenvolvimento do aluno, com o professor atento as necessidades dos alunos e não apontando dificuldades”, explicou a coordenadora da especialização, Profa.Ariadne Rocha.

Os alunos do curso foram motivados a se autoavaliarem quanto acadêmicos da especialização e realizar uma avaliação escrita do curso Educação do Campo fornecido pela UEMA. A avaliação dos alunos posteriormente será sistematizada e servirá como instrumento de avaliação interna e replanejamento para novas ofertas.

Com a conclusão das apresentações, durante o período da tarde de sábado e no domingo pela manhã, seguiu a orientação individual de TCC. “Na chegada alguns alunos chegam otimistas e satisfeitos com o bom desenvolvimento dos trabalhos já iniciados, outros receberam orientações sobre definição da metodologia, e esclareceram dúvidas de normalização. Mas o que mais me chamou atenção foi que ao fim do atendimento a postura dos alunos era de confiança e determinação”, finalizou a coordenadora.

Fale com a diretoria