UEMA - UemaNet

Notícias

Divulgada a concorrência para o Vestibular UEMA EaD 2017

Atenção para a concorrência do Vestibular UEMA Ead 2017 por cidade.
Clique neste link e verifique:
http://asp2.uema.br/concorrenciauemanet2017.pdf

 

A prova é destinada a selecionar candidatos para os cursos de Graduação na modalidade a distância, para o primeiro semestre do próximo ano em São Luís, Açailândia, Alto Parnaíba, Anapurus, Arari, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Bom Jesus das Selvas, Carolina, Carutapera, Caxias, Codó, Coelho Neto, Colinas, Coroatá, Dom Pedro, Fortaleza dos Nogueiras, Grajaú, Humberto de Campus, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Lago da Pedra, Nina Rodrigues, Pedreiras, Pinheiro, Porto Franco, Presidente Dutra, Santa Inês, Santa Quitéria, São Bento, São João dos Patos, Timon, Viana e Zé Doca.

As provas serão realizadas no dia 22/01/2017, das 13 às 18 horas (horário local), constando de prova constituída de 44 (quarenta e quatro) questões objetivas de múltipla escolha, por área de conhecimento, abrangendo os conteúdos programáticos dos componentes curriculares que integram o ensino médio, segundo as diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN’s e Prova de Produção Textual.

Educação a distância: Reitor da UEMA reúne-se com prefeitos e secretários de educação de 22 cidades do Maranhão

Na última sexta, 13, o Reitor da Universidade Estadual do Maranhão, Gustavo Pereira da Costa, e a Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação da Uema – UemaNet, Ilka Serra, reuniram-se com prefeitos e secretários de educação de municípios do Maranhão para repassar orientações básicas sobre funcionamento e estrutura dos 22 polos do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). O encontro aconteceu no auditório do UemaNet, no Campus Paulo VI, em São Luís.

Esse programa do Governo Federal, realizado em parceria com Instituições de Ensino Superior em todo o Brasil, busca ampliar e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior, por meio da educação a distância. Dessa forma, no Maranhão, uma das bases de sustentação da UAB é a Universidade Estadual, por meio do UemaNet.

Durante o encontro, o Reitor, Gustavo da Costa, reafirmou o papel da Instituição frente à territorialidade da UEMA no que tange a oferta de uma educação superior de qualidade. “Há 17 anos iniciamos um projeto ousado de interiorização da educação a distância no Maranhão. Fazer a Universidade funcionar, via EAD, nos municípios deste Estado, foi e continua sendo um grande desafio para nós. Por isso, reafirmo sempre: é necessária a cooperação com os municípios”, frisou.

O Reitor da UEMA acredita que todas as ações de educação realizadas hoje serão repercutidas no amanhã, por isso, é fundamental que os gestores municipais apoiem iniciativas como as da UemaNet e UAB, que visam, sobretudo, reduzir as desigualdades na oferta de ensino superior no país.

A Coordenadora do UemaNet, Ilka Serra, afirmou, aos gestores municipais, que a Universidade Estadual do Maranhão está totalmente disponível para auxiliar os polos UAB em tudo o que for necessário. “São anos que nos debruçamos sobre a prática da Educação a Distancia e temos a certeza de que estamos contribuindo para transformar a realidade do Maranhão, por intermédio de uma educação de qualidade. Porém, muito ainda temos a percorrer”, concluiu.

Todas as cidades que possuem a Universidade Aberta do Brasil têm polos de apoio para o desenvolvimento de atividades pedagógicas presenciais, em que os alunos entram em contato com tutores e professores e têm acesso a biblioteca e laboratórios de informática, biologia, química e física.

A prioridade é oferecer formação inicial a professores em efetivo exercício na educação básica pública, porém ainda sem graduação, além de formação continuada àqueles já graduados. Uma das propostas da Universidade Aberta do Brasil (UAB) é também formar professores e outros profissionais de educação nas áreas da diversidade.

IMG_5845 IMG_5857 IMG_5869

Por: Walline Alves (Ascom/UEMA)

Professora da Unesp encerra primeiro módulo do curso de Mediação em EaD da UEMA

No último sábado (07/01) o Auditório do Núcleo de Tecnologias para Educação – Uemanet esteve lotado para o fechamento do primeiro módulo do curso de Mediação em EaD – Formação de Tutores com a palestra da Professora Doutora Danielle Santos. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), além de Mestre e Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da FCT/Unesp.
A Professora Ilka Serra, Coordenadora do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, abriu o evento agradecendo a presença da palestrante e demonstrando a alegria de contar com a parceria da Unesp, “Há um ano tivemos a visita de uma equipe maior que nos deixou muitos ensinamentos e é muito bom termos uma Universidade que pensa como nós e que nos serve de referencial” completou Professora Ilka.
O Curso de Tutores está com sua primeira turma formada com mais de 500 cursistas. Além dos presentes no auditório, estudantes de outros 84 municípios (distribuídos nos 35 Polos da UEMA) e também estudantes de 7 estados que estiveram conectados através de webconference disponibilizada pelo Núcleo.
A Professora Daniele Santos enfatizou nas duas horas da palestra, a importância da Tutoria em um curso EaD. “Sem dúvida a Mediação Pedagógica é o coração de um curso em EaD. Ela proporciona o acolhimento, a afetividade, o auxílio à auto regulação do estudante são princípios do trabalho do tutor” ressaltou a Professora Daniele.
A formação dada aos Tutores através deste curso servirá também como diferencial nos seus currículos, já que o ambiente acadêmico a cada dia valoriza ainda mais os mediadores e essa área é vive um grande crescimento no mundo.
Uma das organizadoras do evento, a Professora Lourdes Maria de Oliveira Paula Mota, que é Coordenadora da Gestão de Polo e Acompanhamento de Cursos do UEMAnet, também comemorou o objetivo alcançado. “O Curso de Formação de Tutores, tem trabalhado na perspectiva de apresentar aos cursistas experiências inovadoras para o trabalho da tutoria. Por isso buscamos palestrantes pesquisadores na área, além de terem a prática de tutoria. A Professora Danielle Santos preencheu todos esses requisitos e enfatizou ainda mais os conteúdos que trabalhamos neste primeiro módulo“ finalizou a Professora Lourdes Paula.

IMG_5526 IMG_5540 IMG_5546 IMG_5552 IMG_5555 IMG_5562 IMG_5595 IMG_5603IMG_5619

UEMA disponibiliza site para confirmação de inscrição para o Vestibular Ead 2017

vestibular data

Os candidatos inscritos para o Vestbular UEMA EaD 2017 já podem confirmar sua inscrição e local de prova neste link .
Aproximadamente 25 mil candidatos se inscreveram e no dia 22 de janeiro de 2017, das 13h às 18h, disputarão as 4.230 vagas distribuídas por 35 municípios em todo o Estado.

A prova é destinada a selecionar candidatos para os cursos de Graduação na modalidade a distância, para o primeiro semestre do próximo ano em São Luís, Açailândia, Alto Parnaíba, Anapurus, Arari, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Bom Jesus das Selvas, Carolina, Carutapera, Caxias, Codó, Coelho Neto, Colinas, Coroatá, Dom Pedro, Fortaleza dos Nogueiras, Grajaú, Humberto de Campus, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Lago da Pedra, Nina Rodrigues, Pedreiras, Pinheiro, Porto Franco, Presidente Dutra, Santa Inês, Santa Quitéria, São Bento, São João dos Patos, Timon, Viana e Zé Doca.

As provas conterão 44 (quarenta e quatro) questões objetivas de múltipla escolha, por área de conhecimento, abrangendo os conteúdos programáticos dos componentes curriculares que integram o ensino médio, segundo as diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN’s e Prova de Produção Textual.

UEMA oferece Oficina sobre Acessibilidade

Aconteceu na última sexta-feira (06/01), a oficina sobre Acessibilidade e Desenho Universal para a Aprendizagem na Educação a Distância (EaD), promovida pela Universidade Estadual do Maranhão por meio do  Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet. A oficina foi conduzida pela Professora Doutora Danielle Santos da Universidade Estadual de São Paulo – UNESP. Teve como objetivo discutir e orientar os professores, técnicos e assistentes do UEMAnet  sobre a questão da acessibilidade, na perspectiva   de contribuir para elevar o nível de conhecimento desses profissionais no âmbito dessa importante temática.

“Nosso foco nessa oficina foi trazer para a equipe do UEMAnet  algumas reflexões sobre o público que nós recebemos na EaD no Brasil. Temos uma grande quantidade de pessoas com deficiência que buscam acesso a cursos de aperfeiçoamento, de graduação e pós-graduação na nossa Universidade.” Relatou Danielle Sousa.

O Desenho Universal tem sido uma ferramenta de inclusão adotada tanto na Unesp quanto pela UEMA, para facilitar o acesso dos estudantes com deficiência aos cursos na EaD. Os profissionais do UEMAnet tiveram a chance de ampliar seus conhecimentos nessa área tão contemporânea.

A Assessora Técnica Pedagógica da DE, Kátia Almeida Fonsêca, sentiu-se entusiasmada e comemorou em participar da segunda formação oferecida pela parceria com a Unesp. “A Unesp é uma das instituições pioneiras no processo de acessibilidade e a Professora Danielle nos aproximou de tantos detalhes, de tantos procedimentos que certamente nos ajudarão a alcançar a excelência”, afirmou a colaboradora do UEMAnet.

Rafaela Cristina Neri Magalhães foi outra colaboradora que participou da oficina. Ela é assistente de um curso técnico e também comunga da ideia de trabalhar para que os cursos oferecidos pelo Núcleo sejam acessíveis a todas as pessoas, com qualquer tipo de deficiência. “A professora Danielle fez uma abordagem bastante interessante sobre como podemos tornar o ambiente virtual personalizado considerando os diferentes tipos de aprendizagem. Por fim, a oficina nos possibilitou avaliar que já estamos no caminho certo para uma educação acessível, mas sempre há onde melhorar.” Afirmou Rafaela.

Danielle Martins Leite Fernandes Lima, Coordenadora de Tutoria do UemaNet avaliou positivamente o evento: “O objetivo da oficina foi fazer uma análise da realidade desenvolvida na UEMA em relação a Acessibilidade, além de fazer uma confrontação e intercâmbio com quem tem mais experiência, já que a Unesp é pioneira nesse assunto.”

A realização dessa oficina é mais uma demonstração do esforço da UEMA na busca de melhorar a cada dia os cursos na modalidade EaD, propiciando às pessoas com deficiência as mesmas oportunidades de estudo, oferecendo educação de qualidade sem discriminação a todos os cidadãos.
sexta sexta4 sexta5

Últimos dias de inscrições para a fiscalização Vestibular UEMA EaD

vestibular data
Estão abertas até amanhã, as inscrições para a fiscalização do Processo Seletivo Simplificado “Vestibular EAD UEMA/2017” da Universidade Estadual do Maranhão.

Para fiscalizar é necessário que os interessados sejam: professores, alunos, servidores técnico-administrativos ou prestadores de serviço da UEMA. Além disso, os interessados têm que ter CPF, conta bancária e não podem, em hipótese alguma, ter parentesco de até 3º grau com candidato inscrito no Processo Seletivo Simplificado Vestibular EAD UEMA 2017.

As inscrições serão encerradas nesta quarta, 11.
Inscreva-se clicando nesse link: www.academico.uema.br/fiscalizacaomenu.asp

Uemanet realiza I Encontro de Consolidação e Realinhamento das Ações do Núcleo

Foi realizado nesta segunda (19/12), no auditório do Sesc Turismo no Olho D´água, o I Encontro de Consolidação e Realinhamento das Ações do Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão – UEMAnet.
O evento contou com a presença do Reitor da UEMA, Professor Gustavo Pereira da Costa, do Vice-Reitor Professor Walter Canalles e da Coordenadora do Uemanet, Professora Ilka Serra, além dos colaboradores do Núcleo.
O Encontro teve a finalidade de socializar, discutir e avaliar o desempenho de cada setor, com base nas contribuições advindas dos seus colaboradores, na perspectiva de aprimorar e fortalecer a atuação do UEMAnet   em 2017.
Responsável pela palavra na abertura, o Reitor Gustavo Pereira reiterou sua confiança e apoio ao trabalho desenvolvido pelo Núcleo e creditou muito do alcance da UEMA no Estado, ao empenho do Uemanet em levar conhecimento à todos os cantos do Maranhão. “Em grande medida a credibilidade e a imagem da UEMA no interior do estado se deve ao histórico de Cursos a Distância e aos programas de formação de professores” ressaltou o Reitor. Aproveitou também para conclamar a todos para encarar o ano novo com esperança e otimismo, “Não podemos deixar que o imobilismo, que o desentusiasmo, que as preocupações advindas da crise nos contaminem de tal modo que percamos o foco” palavra que também foi reforçada no discurso do Vice-Reitor Professor Walter Canalles. Para o Vice-Reitor, 2017 é um ano em que podemos ir mais longe, “aproveito para parabenizar não só a coordenação, mas todos os que fazem a Educação a Distância da UEMA, já deixamos de ser destaque apenas no Maranhão e no Nordeste, e hoje somos reconhecidos pela nossa eficiência e pioneirismo em termos de Brasil” afirmou o Professor Walter. A Coordenadora do Uemanet agradeceu a confiança e empenho da UEMA em acreditar na educação a distância, enfatizando que esta faz a diferença na vida das pessoas e em seguida fez um breve relatório sobre as atividades realizadas em 2016, demonstrando o quanto o Uemanet se projetou e levou a UEMA a ter mais reconhecimento pela qualidade e tecnologia, não só entre as Universidades brasileiras, mas sendo descoberta inclusive por educadores e estudantes de outros países. “Queremos consolidar o Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, como unidade de referência para educação mediada por tecnologias em prol da democratização do acesso ao conhecimento e da expansão das oportunidades de aprendizagem” afirmou a Coordenadora.
Apesar de ser um ano de muitas dificuldades para o país, o Uemanet trabalhou incansavelmente para alcançar seus objetivos para em 2016.
Entre os avanços a serem comemorados destacam-se: promoção de 10 cursos de atualização e aperfeiçoamento; expansão da oferta de vagas nos cursos de graduação com a promoção de 09 cursos de licenciatura; 01 curso de bacharelado e 06 cursos de tecnólogos, além da oferta de 11 cursos de especialização e 14 cursos técnicos, na forma subsequente e de 10 novos cursos abertos na nossa plataforma de Moocs.
“Estivemos também bem próximos aos nossos 25 Centros de Estudos Superiores da UEMA dando suporte tecnológico e pedagógico adequado para a oferta de cursos mediados pelas tecnologias da informação e comunicação, ou seja, 2016 foi um ano de plantação, mas também foi de colheita” finalizou Ilka Serra.
Durante o desenrolar da programação, os chefes e coordenadores de diferentes setores do Uemanet tiveram a oportunidade de apresentar um panorama das suas ações realizadas durante 2016, explicitando as metas alcançadas, os desafios superados e trocando experiências e soluções entre si, assim esboçando novas soluções para o ano que chega.
Essa interação entre setores foi a estratégia pretendida para aumentar a eficácia no dia a dia de trabalho do Núcleo e do atendimento aos anseios dos estudantes e da sociedade em geral que recebe nossa prestação de serviço em relação à tecnologia da educação.
Aproximadamente 170 colaboradores de todos os setores do Núcleo estiveram presentes e participaram ativamente das mesas redondas e exposições. Ao final do evento, todos se congraçaram em um tocante momento de confraternização.

0425362b-76c7-45b5-8115-cedf950f82e6 b637f592-ed39-45c8-b777-49e7c9cffb7e IMG_4760

Vestibular EAD UEMA 2017 terá sua prova em janeiro de 2017

vestibular data

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET), está com tudo pronto para o Processo Seletivo Simplificado VESTIBULAR EAD UEMA 2017.
Aproximadamente 25 mil candidatos se inscreveram e no dia 22 de janeiro de 2017, das 13h às 18h, disputarão as 4.230 vagas distribuídas por 35 municípios em todo o Estado.

A prova é destinada a selecionar candidatos para os cursos de Graduação na modalidade a distância, para o primeiro semestre do próximo ano em São Luís, Açailândia, Alto Parnaíba, Anapurus, Arari, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Bom Jesus das Selvas, Carolina, Carutapera, Caxias, Codó, Coelho Neto, Colinas, Coroatá, Dom Pedro, Fortaleza dos Nogueiras, Grajaú, Humberto de Campus, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Lago da Pedra, Nina Rodrigues, Pedreiras, Pinheiro, Porto Franco, Presidente Dutra, Santa Inês, Santa Quitéria, São Bento, São João dos Patos, Timon, Viana e Zé Doca.

 

As provas conterão 44 (quarenta e quatro) questões objetivas de múltipla escolha, por área de conhecimento, abrangendo os conteúdos programáticos dos componentes curriculares que integram o ensino médio, segundo as diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN’s e Prova de Produção Textual.

UEMA realiza VI Jornada de Formação de Docentes

Teve início nesta segunda, 05, a VI Jornada de Formação de Docentes, da Universidade Estadual do Maranhão. A Jornada, que é realizada pelo curso de Licenciatura em Pedagogia, modalidade a distância, se estende até esta quarta, 07. Nesta edição aborda o tema “Qualidade das políticas públicas e práticas pedagógicas para as infâncias”.

Participaram da solenidade de abertura a coordenadora geral do UEMANET, Ilka Serra, a diretora do Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais (CECEN), Ana Lúcia Duarte, a diretora do curso de Pedagogia a distância, Heloísa Varão e a Coordenadora da VI Jornada de formação de Docentes, Jocelia Soares.

O evento tem como objetivo debater a qualidade das políticas públicas voltadas para a infância e as práticas pedagógicas que integram saberes da ciência e proporcionam o diálogo voltado para a formação cidadã das crianças.

A coordenadora do UEMANET, Ilka Serra, ressaltou a importância do evento e do tema proposto. “É muito importante se discutir esse tema, que são as políticas públicas voltadas para a primeira infância na Universidade, pois é na academia que devemos pensar essas políticas dentro de uma prática pedagógica que seja adequada, porque muitas vezes estamos preocupados em passar conteúdo sem trabalhar com a prática, sem a vivência, que faz toda a diferença na educação”, afirmou Ilka.

Segundo a coordenadora do Curso de Pedagogia a distância, Heloisa Varão, a Jornada é um espaço para refletir sobre a base nacional comum curricular e sobre as diretrizes que foram afixadas, para que os alunos possam se posicionar a cerca dessas questões e do seu papel nesse contexto.

“Por isso não podemos discutir a qualidade das políticas públicas sem debater qual o papel do docente, qual o compromisso com a efetivação das políticas públicas, com a luta por novas políticas ou pelo menos o incremento das que ainda não foram colocadas em prática”, disse Heloisa.

A palestra de abertura, que teve o mesmo tema do evento, foi ministrada pelo professor e representante do conselho Estadual de Educação e do Fórum Estadual da Primeira Infância, Roberto Mauro Gurgel Rocha.

Seguindo a programação, houve mesa redonda “Currículo da Educação Básica: Tensões, desafios da base nacional curricular comum”, com a professora Rosemary Ferreira da Silva, da Universidade Federal do Maranhão, a coordenadora da Base Nacional Comum Curricular, da Secretaria de Educação Silvana Maria Machado e a professora de currículo do departamento de Educação e Filosofia da UEMA, Terezinha do Amaral.

Durante os três dias de evento estão sendo realizadas atividades diversas como palestras, minicursos, oficinas, mesas redondas e apresentação de trabalhos científicos.

Por: Polyanna Bittencourt

IMG_3998 IMG_3840IMG_3981 IMG_4008IMG_3969 IMG_3946 IMG_3868 IMG_3865  IMG_3810

Fale com a diretoria