UEMA - UemaNet

Notícias

Prorrogada inscrição para seleção de TUTORES PRESENCIAIS e A DISTÂNCIA dos cursos técnicos da UEMA

A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMANET, prorroga as inscrições para a seleção de TUTOR PRESENCIAL e TUTOR A DISTÂNCIA, que atuarão nos Cursos Técnicos em: Alimentos, Controle Ambiental, Guia de Turismo, Informática, Mineração, Rede de Computadores, Segurança do Trabalho e Serviços Públicos, na modalidade a distância. Quem ainda não fez sua inscrição terá uma nova chance até o dia 01 de maio (sexta-feira).

No processo de educação a distância a função desempenhada pelos tutores é fundamental para o êxito do trabalho nessa modalidade. Eles orientam e acompanham os estudantes no desenvolvimento curricular das diferentes disciplinas do curso, notadamente no que diz respeito às metodologias de estudo, em consonância com as diretrizes emanadas pelo professor da disciplina.

Acesse http://www.uemanet.uema.br/?p=348 e veja os editais para TUTOR PRESENCIAL e TUTOR A DISTÂNCIA e faça a sua inscrição nos formulários disponibilizados no mesmo link.

TUTOR PRESENCIAL - responsável pelo acompanhamento do estudante no Polo de Apoio Presencial, devendo residir obrigatoriamente no município sede em que funciona o polo.

TUTOR A DISTÂNCIA - responsável pelo acompanhamento do estudante por intermédio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) – Moodle, devendo residir obrigatoriamente no município de São Luís.

Gestão da Educação Ambiental em debate durante web conferência

gestao-351x185@2xNa tarde dessa quinta-feira (16), a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET), transmitiu Web Conferência para todos os polos da Universidade, cujo tema foi “Gestão da Educação Ambiental no Maranhão”. Uma parceria com o Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental, composto pelas secretarias de Estado da Educação (SEDUC) e de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA).

A ideia da Web Conferência foi divulgar a política ambiental e o sistema estadual de educação ambiental para todo o Maranhão, ou seja, uma agenda do que foi pensado para trabalhar as questões ambientais nas escolas e deixar claro o trabalho em conjunto das duas secretarias em prol do meio ambiente.

“É importante termos uma supervisão de temas socioeducacionais para tratar conjuntamente de temas como a educação ambiental. Essa web foi muito importante para a área. Aqui mostramos uma agenda de tudo que pensamos e, ainda, iremos pensar, seja qual for o espaço educativo, no estado ou município, do nosso país. Isso porque o mundo precisa ter sustentabilidade para que consigamos viver com qualidade de vida. Ter uma boa educação ambiental é o que vai pesar na consciência. Essas questões precisam ser discutidas nas salas de aula. Nossa agenda é interinstitucional, envolve a SEMA, SEDUC juntas, possibilitando uma educação que gere sustentabilidade, que significa preservar o nosso ambiente. Agradecemos a UEMA por ser um destes canais de divulgação dessa iniciativa”, explicou a Secretária Adjunta de Ensino da SEDUC, Ilma Fátima de Jesus.

Para a pró-reitora de Graduação, Andrea de Araújo, é muito importante a contribuição da Universidade nesta área. “É de extrema importância. Como parceiros da iniciativa reforçamos nosso compromisso com o estado e com a sustentabilidade. Temos uma Assessoria de Gestão Ambiental dentro da Universidade e sabemos que não é fácil. É um desafio. Estamos aqui para somar forças em prol do meio ambiente, em prol da educação, juntamente com a SEMA e a SEDUC”, destacou a pró-reitora.

O objetivo da agenda é construir um processo permanente de educação ambiental no sistema de ensino do Maranhão, que promova a busca do conhecimento, pesquisa e ação transformadora, estreitando a relação escola-comunidade e contribuindo para a construção de espaços sustentáveis.

Além das autoridades já citadas, o momento, ainda, contou com a presença de educadores, gestores, interessados pela área, alunos, além de representantes da SEMA (Superintendência de Educação Ambiental; Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Sustentável), SEDUC (Supervisão de Temas Socioeducacionais; Coordenação de Educação Ambiental; Co-coordenação de Educação Ambiental) e UEMA (Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET) e Assessoria de Gestão Ambiental).

Gestão da Educação Ambiental em debate durante web conferência

gestao-351x185@2xNa tarde dessa quinta-feira (16), a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET), transmitiu Web Conferência para todos os polos da Universidade, cujo tema foi “Gestão da Educação Ambiental no Maranhão”. Uma parceria com o Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental, composto pelas secretarias de Estado da Educação (SEDUC) e de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA).

A ideia da Web Conferência foi divulgar a política ambiental e o sistema estadual de educação ambiental para todo o Maranhão, ou seja, uma agenda do que foi pensado para trabalhar as questões ambientais nas escolas e deixar claro o trabalho em conjunto das duas secretarias em prol do meio ambiente.

“É importante termos uma supervisão de temas socioeducacionais para tratar conjuntamente de temas como a educação ambiental. Essa web foi muito importante para a área. Aqui mostramos uma agenda de tudo que pensamos e, ainda, iremos pensar, seja qual for o espaço educativo, no estado ou município, do nosso país. Isso porque o mundo precisa ter sustentabilidade para que consigamos viver com qualidade de vida. Ter uma boa educação ambiental é o que vai pesar na consciência. Essas questões precisam ser discutidas nas salas de aula. Nossa agenda é interinstitucional, envolve a SEMA, SEDUC juntas, possibilitando uma educação que gere sustentabilidade, que significa preservar o nosso ambiente. Agradecemos a UEMA por ser um destes canais de divulgação dessa iniciativa”, explicou a Secretária Adjunta de Ensino da SEDUC, Ilma Fátima de Jesus.

Para a pró-reitora de Graduação, Andrea de Araújo, é muito importante a contribuição da Universidade nesta área. “É de extrema importância. Como parceiros da iniciativa reforçamos nosso compromisso com o estado e com a sustentabilidade. Temos uma Assessoria de Gestão Ambiental dentro da Universidade e sabemos que não é fácil. É um desafio. Estamos aqui para somar forças em prol do meio ambiente, em prol da educação, juntamente com a SEMA e a SEDUC”, destacou a pró-reitora.

O objetivo da agenda é construir um processo permanente de educação ambiental no sistema de ensino do Maranhão, que promova a busca do conhecimento, pesquisa e ação transformadora, estreitando a relação escola-comunidade e contribuindo para a construção de espaços sustentáveis.

Além das autoridades já citadas, o momento, ainda, contou com a presença de educadores, gestores, interessados pela área, alunos, além de representantes da SEMA (Superintendência de Educação Ambiental; Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Sustentável), SEDUC (Supervisão de Temas Socioeducacionais; Coordenação de Educação Ambiental; Co-coordenação de Educação Ambiental) e UEMA (Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET) e Assessoria de Gestão Ambiental).

Professora da UEMA cria formação pedagógica continuada por meio das redes sociais

10841846_937831589561192_5287589940897973339_oA Profa.Dra.Sannya Rodrigues, Coordenadora Pedagógica de Design Educacional na Universidade Estadual do Maranhão, participará, nos dias 28.04, 01, 04, 07 e 05.05, da Jornada Virtual ABED de EAD – JOVAED, que trará esse ano o tema Inovação em Educação a Distância. A Jornada é direcionada para participantes de todo o Brasil e as atividades são oferecidas de forma online.

Dessa forma, de acordo com o projeto aprovado, a professora criou um Grupo no Facebook, que debate o seguinte tema: Professores e o B-Learning: O uso de redes sociais na formação pedagógica continuada, mostrando, assim, que as redes sociais também podem potencializar o aprendizado, visto serem espaços informais que permitem interação, autonomia e colaboração entre pares. Será, portanto, uma formação continuada de professores numa comunidade online para ajudar no planejamento de aulas semi-presenciais ou b-learning, como é conhecida nas experiências europeias e norte-americanas. O público-alvo são professores do ensino superior ou que venha a lecionar nesse nível.

“Uma série de professores, hoje, se veem diante da necessidade de incorporar elementos da EaD na sua aula presencial, seja porque podem dispor de 20% da sua carga horária, seja porque começam a perceber as vantagens e potencialidades das tecnologias como ferramentas educativas. Inicialmente, montamos uma comunidade no Facebook que servirá para reunir professores para partilha e discussão sobre o uso de tecnologias na sala de aula. Consideramos uma experiência de discussão partilhada e de produção de planos didáticos para o uso das TICs no apoio à fase à distância das disciplinas”, explica a professora.

A formação e discussões serão feitas da seguinte forma: Num primeiro momento será uma fase de apresentação da proposta da comunidade, com datas (assinaladas acima) e atividades e apresentação dos participantes e suas expectativas. Num segundo momento, será feita uma apresentação das implicações da modalidade b-learning e do uso de TICs na sala de aula. Num terceiro momento, contará com apoio teórico no planejamento de aulas para a fase à distância das disciplinas. Num quarto momento, inicia-se período de produção de planejamentos das disciplinas incorporando a fase à distância. Este momento pode ser em co-autoria, onde os participantes poderão negociar os caminhos, decisões, conteúdos, recursos e plataformas escolhidas. Num último momento, partilharão os planos finalizados que receberão o feedback do coordenador da atividade e dos colegas, que poderão ter acesso depois de finalizado o plano.

“A comunidade pode ficar aberta para manutenção das discussões como local para disponibilizarem se colocaram em prática o planejamento, quais as dificuldades enfrentadas, as ajudas que os pares podem dar, o feedback dos alunos quanto a esta nova metodologia e modalidade de aula. E, por fim, podemos reunir a avaliação da formação e das práticas com a inclusão da modalidade b-learning”, destaca a professora Sannya.

Orientações para inscrição e participação na atividade

Para participar, primeiramente o interessado deve acessar o site da JOVAED (http://www.abed.org.br/hotsite/jovaed-2015/pt/abed/) e efetuar a sua inscrição. Logo após deve adicionar a professora pelo e-mail: sannyafernanda@hotmail.com. Procure o grupo chamado Professores e B-learning (metodologia semi-presencial): uso de redes sociais na formação pedagógica, cujo endereço é. TICs: https://www.facebook.com/groups/465027186981502/. Se você possui uma conta, receberá um convite para ser membro do grupo ou pode solicitar a inclusão como membro.

“Este é um grupo de discussão virtual para uma formação assíncrona. Portanto, estabeleça seu tempo de modo a ter uma participação focada e colaborativa. A seguir, vá ao post de boas-vindas no Facebook e apresente-se, comentando o mesmo. Faça uso do poder de publicação e partilhe dúvidas, ideias, links de sites interessantes que se relacionam com a temática do grupo. Pode, inclusive, convidar outras pessoas, desde que estas queiram aprender, partilhar experiências e informações, colaborar com as discussões. Pedimos que não coloquem posts pessoais, mantendo a natureza do grupo”, destaca, ainda, a professora.

Todos os professores da Universidade estão convidados a participarem da formação. Os participantes terão direito a certificado ao final do evento. Então, boas leituras, aprendizados, discussões e partilhas.

A Jornada - É um evento online, aberto e gratuito organizado pela ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância, que ocorrerá entre 27 de Abril a 10 de Maio de 2015. Envolverá diversas atividades síncronas e assíncronas em múltiplas plataformas, como: ambientes virtuais de aprendizagem, redes sociais, blogs e microblogs, dispositivos móveis e webconferências, dentre outras. As atividades serão coordenadas por diversos profissionais que se destacam na prática e reflexão sobre EaD, no Brasil e no exterior.

Aberta seleção de TUTORES PRESENCIAIS e A DISTÂNCIA para os cursos técnicos da UEMA

A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMANET – realiza, no período de 10 a 26 de abril, as inscrições para contratação imediata e formação de cadastro de reservas para TUTOR PRESENCIAL e TUTOR A DISTÂNCIA, que atuarão nos Cursos Técnicos em: Alimentos, Controle Ambiental, Guia de Turismo, Informática, Mineração, Rede de Computadores, Segurança do Trabalho e Serviços Públicos, na modalidade a distância

No processo de educação a distância a função desempenhada pelos tutores é fundamental para o êxito do trabalho nessa modalidade. Eles orientam e acompanham os estudantes no desenvolvimento curricular das diferentes disciplinas do curso, notadamente no que diz respeito às metodologias de estudo, em consonância com as diretrizes emanadas pelo professor da disciplina.

Para se inscrever os interessados devem atender aos termos constantes no Edital tutorial presencial e Edital a distância e preencher os formulários disponibilizados abaixo de acordo com o cargo desejado.

TUTOR PRESENCIAL - responsável pelo acompanhamento do estudante no Polo de Apoio Presencial, devendo residir obrigatoriamente no município sede em que funciona o polo.

Acesse esse link http://www.uemanet.uema.br/internas/tutores/presencial e preencha o formulário para atuar como Tutor Presencial.

TUTOR A DISTÂNCIA - responsável pelo acompanhamento do estudante por intermédio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) – Moodle, devendo residir obrigatoriamente no município de São Luís.

Acesse esse link http://www.uemanet.uema.br/internas/tutores/distancia e preencha o formulário para atuar como Tutor a Distância.

Curso presencial da UEMA adota estratégia inovadora utilizando tecnologias educacionais

1 (4) De acordo com a PORTARIA Nº 4.059, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2004 do Ministério da Educação, as instituições de ensino superior poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, 20% da carga horária total do curso, na modalidade a distancia.

Esse formato já é usado em outras universidades do Brasil. E a Universidade Estadual do Maranhão iniciou a inserção de 20% da carga horária na modalidade a distância no curso de Ciências Biológicas, na disciplina Microbiologia Ambiental, ministrada pela Profa.Dra.Ilka Serra.

“Essa iniciativa surgiu na perspectiva de usar as tecnologias educacionais nos cursos presenciais. São 80 alunos inscritos nessa disciplina. O que dificultaria trabalhar com esse quantitativo de alunos numa sala de aula presencial e, principalmente, no desenvolvimento de aulas práticas num laboratório. Sendo assim, estamos trabalhando essa disciplina, usando-a como piloto, e atendendo uma proposta da UEMA, ou seja, a oferta de 20% da carga horária total do curso, na modalidade a distância. A ideia é estimular o aluno a conhecer e também o professor a desenvolver tecnologias que possam auxiliar no processo ensino-aprendizagem na perspectivas de fomentar a construção do conhecimento científico”, explicou a professora.

Ela, ainda, completou: “Ressalto que o Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA – UEMANET, além de intermediar os cursos na modalidade a distância dentro da Universidade, tem a missão de dar suporte tecnológico e pedagógico para os cursos, na modalidade presencial viabilizando salas de aula no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA, alia-se a isso, a disponibilidade de um “mix” de mídias educacionais (vídeoaula, biblioteca virtual, games e outros) para auxiliar os alunos no decorrer da disciplina”.

Na última semana de março, foi o primeiro dia da disciplina e primeiro contato dos alunos com essa modalidade. “Achei inovadora a inserção dessa disciplina nessa modalidade e, com certeza, a maioria dos alunos pensa assim. E as expectativas são as melhores possíveis. Cito a sala de aula virtual, que nos disponibiliza o conhecimento em vários formatos, além das discussões nos fóruns que são muito pertinentes. Isso aumenta, ainda, mais o interesse dos meus colegas de curso”, destacou a aluna Karina Cristina.

A aluna Irlla Licá segue a mesma linha de pensamento: “Esse é o meu primeiro contato com o ensino a distância e está sendo um desafio. Mas, será uma grande experiência, com certeza”.

É bom destacar que a disciplina de Microbiologia Ambiental não está sendo ministrada totalmente a distância, podendo ser considerada como semi-presencial, uma vez que conta com aulas práticas e avaliações presenciais.

1 (11)

 

IMG_0521

Produção segura de alimentos em discussão

11118434_830835550336704_1146415963_nNa manhã do dia 07 de abril, a professora do curso de graduação em Tecnologia de Alimentos, Flaviana Almeida dos Santos, da Universidade Estadual do Maranhão, gravou videoaula sobre os atributos de qualidade dos alimentos.

“A aula aborda quais são os atributos de qualidade necessários para a produção segura dos alimentos e como podem ser observados em uma empresa alimentícia”, explicou a professora.

Mas, quais são esses atributos? A professora explica: “São três: físico-químico (acidez, gordura, proteínas, vitaminas, minerais, dentre outros) segurança alimentar (livre dos perigos de natureza: química, física e microbiológica) e sensorial (sabor, cheiro, textura, frescor, consistência, cor, tamanho e forma)”.

Para a gravação da videoaula o local escolhido foi uma das unidades do restaurante Hangai (são 4 unidades), localizado no São Luís Shopping, de propriedade do Sr.Luciano Lima. “É com muito prazer que os profissionais do restaurante participaram dessa gravação, assim, passando o nosso conhecimento para os alunos. Aqui eu desenvolvo um trabalho de supervisão e acompanhamento do andamento da Ferramenta de Qualidade Boas Práticas de Manipulação de Alimentos, a fim de garantir a qualidade dos alimentos e atender a satisfação dos nossos consumidores”, disse o chefe de Sushi, Frank Silva.

Para o proprietário do restaurante foi muito satisfatório receber a equipe da UEMA. “É com grande satisfação que abrimos as portas para a Universidade. E fico muito feliz por saber que somos uma empresa alimentícia bem vista no mercado. O restaurante produz comida oriental (japonesa) com alto nível de higiene alimentar em função dos alimentos serem servidos na maioria crus. Que bom que a UEMA nos escolheu para mostrar a forma que trabalhamos para os seus alunos”, destacou Luciano Lima.

Para a professora Flaviana “mostrar aos alunos como funciona a profissão escolhida por eles na prática é extremamente importante para o desenvolvimento profissional de cada um. Espero que a aula seja de muito aprendizado e que eles fiquem por dentro dos atributos e qualidade dos alimentos”.

11148954_830835760336683_705108052_n 11119468_830831440337115_71570469_n 11147900_830832490337010_731439756_o

UEMA realiza palestra sobre Políticas da Educação do Campo

IMG_20150319_190306131 Nos dias 20 e 21 de março, a Universidade Estadual do Maranhão, por meio da Coordenação da Especialização em Educação do Campo, modalidade a distância, realizou palestra e seminário sobre a temática Políticas da Educação do Campo: Diretrizes e Programas, ministrada pelo Prof.Dr.Erineu Foerste, da Universidade Federal do Espírito Santos (UFES). O evento aconteceu nos polos São Luís e Codó.

Em São Luís, o momento contou com a presença da Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMANET, Profa.Ilka Serra, Coordenadora da especialização em Educação do Campo, Profa.Ariadne Enes Rocha, Coordenadora do curso de Pedagogia a distância, Profa.Heloísa Varão, representantes da Secretaria de Educação do Maranhão – SEDUC, além de alunos e tutores.

Já em Codó, a palestra contou com a presença de alunos e tutores não só da especialização, mas também do curso de Pedagogia e alunos do IFMA.

“As políticas educacionais no campo devem ser divulgadas entre alunos, professores e familiares como estratégia de basear as lutas do campo. A educação por si só não consegue fazer o desenvolvimento, mas jamais teremos desenvolvimento sem educação”, disse a Coordenadora da especialização em Educação do Campo, Ariadne Enes Rocha.

A Coordenadora do UEMANET aproveitou a oportunidade para falar sobre a importância dessa especialização. “Quando a UEMA resolveu ofertar essa especialização deixou claro que a EaD é capaz de romper fronteiras e promover com eficiência a formação de professores que atuam em localidades campesinas, sem muitos recursos de deslocamento para participar de processos formativos presenciais. É a UEMA chegando a todos os municípios do Estado e dando oportunidade ao maranhense”, destacou Ilka Serra.

IMG_20150319_201646858_HDR

UEMA realiza ciclo de palestras em polos UAB

DSC07520

 

DSC07544

DSC07578

IMG_1279Objetivando a interação entre cursistas, tutores, coordenadores de cursos e demais segmentos da Educação a Distância, os polos UAB/UEMA São João dos Patos e Colinas realizaram ciclo de palestras, nos dias 06 e 07 de março.

“A iniciativa teve como objetivo proporcionar interação entre todos os envolvidos no processo de ensino aprendizagem da EaD, no sentido de motivá-los a conhecer a riqueza dessa modalidade e suas tecnologias para a construção do conhecimento”, disse a Coordenadora de Gestão de Polos do Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA – UEMANET, Katia Fonseca.

As palestras versaram sobre os seguintes temas: A educação a distância e seus desafios (Profa.Sannya Rodrigues); Até onde o conhecimento nos leva (Prof.Djalmy Teodorio); UEMANET: quem somos e como enfrentamos os desafios da EaD (Profa.Katia Fonseca).

UEMA diploma 800 alunos de cursos técnicos a distância

formatura3  Do curso técnico direto para o mercado de trabalho. Esse é o caminho de 72% dos estudantes que optam por cursos de educação profissional. Esse alto índice de empregabilidade foi percebido em uma pesquisa feita pelo Ministério da Educação (MEC) com ex-alunos de cursos técnicos.

Dependendo da área cursada, a garantia de empregabilidade pode chegar a 100%. Esses profissionais já saem do curso com emprego garantido pelo mercado e com salário inicial em torno de R$ 5 mil reais. “Atualmente, a oportunidade de emprego é bem maior para quem tem nível técnico. As empresas não precisam apenas de gestores. Elas buscam profissionais competentes com pré-disposição para o trabalho em equipe, iniciativa, espírito empreendedor, responsável, criativo e outras habilidades essenciais para exercer funções diversificadas. O técnico é aquela pessoa que coloca mesmo a mão na massa e realiza o trabalho que a empresa mais precisa. Algo que chama a atenção é que 85% dos nossos alunos ficam satisfeitos com as carreiras escolhidas”, explicou a Coordenadora Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA, Profa.Ilka Serra.

Os avanços dos cursos técnicos e a necessidade dessa mão de obra qualificada levaram a Universidade Estadual do Maranhão a investir nesse tipo de formação, como forma de contribuir para o desenvolvimento educacional e socioeconômico do Estado. Implantou, no ano de 2012, 13 cursos técnicos, ofertando 6 mil vagas, na modalidade a distância, todos gratuitos e com duração média de dois anos: Alimentos, Contabilidade, Controle Ambiental, Edificações, Guia de Turismo, Informática, Manutenção Automotiva, Meio Ambiente, Meteorologia, Redes de Computadores, Planejamento, Gestão em Tecnologia da Informação, Serviços Públicos e Segurança do Trabalho.

Agora, em 2015, os alunos estão recebendo seus diplomas. A formatura já aconteceu em 10 polos: Codó,Caxias,Timon, Bacabal, Pinheiro, Santa Inês, Pedreiras, Arari, São Bento e Bequimão. Na noite do dia 20.03, foi a vez dos polos de São Luís e São José de Ribamar. A solenidade aconteceu no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. Nos dias 24 e 25 de março será em mais seis polos: Açailândia, Barra do Corda, Brejo, Coroatá, Colinas e Grajaú.

Somente na capital e São José de Ribamar foram diplomados 800 alunos. “A UEMA tem alcançado e democratizado a educação de uma forma que hoje vemos a alegria no rosto de cada um dos formandos. A UEMA adotou os cursos técnicos e ofertou da melhor forma possível ao colocar profissionais técnicos de 13 cursos no mercado. E digo que 50% deles já estão atuando na sua área, já estão no mercado de trabalho. Isso é uma alegria para nós, porque nós acreditamos e vocês também acreditaram na Instituição. Não foi fácil, houve dificuldades, mas vê vocês sendo formados e diplomados mostra a perseverança que cada aluno teve. A UEMA acredita no potencial de vocês e na forma de democratizar esse conhecimento. Prosseguiremos fazendo cursos a distância, levando a educação ao Maranhão. Nós aprendemos a fazer educação a distância e queremos disponibilizar essa educação para os 217 municípios do Estado, para que todos tenham a oportunidade de obter uma formação”, disse Ilka Serra.

O Vice-Reitor da UEMA, Prof.Walter Canales, endossa as palavras da coordenadora e parabeniza aos profissionais: “É com grande satisfação que a UEMA diploma esses alunos. Temos absoluta certeza de que a iniciativa da Universidade com oferta dos cursos técnicos trará significativa contribuição para sociedade maranhense, impulsionando o desenvolvimento socioeconômico do Estado, fazendo a diferença na vida desses profissionais. A UEMA disponibiliza, assim, profissionais tecnicamente capacitados e prontos para atender o dinâmico mercado de trabalho. Parabéns”.

O Secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Maranhão, Bira do Pindaré, aproveitou a oportunidade para parabenizar a Universidade pela contribuição para o desenvolvimento do Estado. “Temos grandes desafios no Maranhão. É um Estado que tem os piores índices sociais no Brasil. Sendo assim, o governador Flávio Dino já tomou uma decisão de fazer um forte investimento no ensino técnico e tecnológico. A UEMA cumpre o seu papel e aqui fica o nosso reconhecimento mais uma vez por esse esforço, porque a Universidade oferta ensino superior, mas dá a sua parcela de contribuição ao ofertar cursos técnicos. Ela atende a uma demanda que está em falta no Estado. Porque não temos uma rede de cursos profissionalizantes aqui, somente rede federal. Por essa razão decidimos criar o IEMA (Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia). Eu sei a importância desse certificado a importância que é ter o direito a uma profissão. E é esse direito que queremos dá, a oportunidade, a qualquer maranhense, em qualquer canto desse Estado, de ter uma formação”, destacou o Secretário.

O orador oficial dos cursos, Thiago José de Oliveira Freitas, enfatizou no seu discurso o esforço dos quase dois anos de estudos. “Quero agradecer a UEMA citando um pensamento do saudoso Rubem Alves: Há escolas que são gaiolas. Há escolas que são asas. E realmente, a Instituição nos deus asas, acreditando e investindo na modalidade a distância tão flexível e abrangente. O curso técnico foi um desafio e agora se tornou uma conquista, um sonho realizado. E assim como nós tivemos essa oportunidade, que a UEMA possa dar continuidade a este projeto, oportunizando a outros uma profissionalização, contribuindo, dessa forma, para um Maranhão mais digno e sustentável”, realçou ele.

Leia o DISCURSO ORADOR na íntegra.

Para a agora técnica em Edificações, Angelica Lima, “a modalidade a distância foi um aprendizado. Tivemos muitas aulas práticas. Eu até costumo dizer que foi um curso mais presencial que a distância, devido a quantidade de encontros que tínhamos para as aulas práticas. Só tenho a agradecer a UEMA por essa oportunidade. A estrutura para os cursos técnicos é fantástica, tivemos bons tutores, professores altamente qualificados, o apoio dos coordenadores de polo e material didático da melhor qualidade. Gostei tanto que estou fazendo agora Mineração”.

A solenidade, ainda, contou com as seguintes presenças: Secretaria de Turismo do Maranhão, Delma Andrade; Deputado Federal Pedro Fernandes; Diretora da Escola do Governo do Maranhão, Janaina Bastos Lula; os pró-reitores a UEMA Andréa Araújo (Graduação) e Marcelo Cheche (Pesquisa e Pós-Graduação); Assessora de Planos, Programas e Projetos Especiais do UEMANET, Eliza Flora Muniz Araújo, além de professores, coordenadores de Centros, Polos e Cursos e tutores.

formatura4

formatura5

Fale com a diretoria