TICs & EaD

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: um mapeamento tecnológico

Érica Emília Almeida Fraga, Clauberto Rodrigues de Oliveira, Cleide Ane Barbosa da Cruz

Resumo


O processo de ensino-aprendizagem na modalidade a distância vem norteando suas ações educativas no intuito de valorizar a inúmeras ferramentas disponíveis, sobretudo no que diz respeito às novas Tecnologias da Informação e Comunicação – TICs. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo apresentar o mapeamento tecnológico por meio de patentes relacionadas às TICs na educação a distância, com o intuito de verificar a evolução dos depósitos de patentes. No que trata à metodologia, a pesquisa baseou-se num levantamento dos depósitos de patentes através da base de dados do European Patent Office (Espacenet), utilizando as palavras-chave “educação a distância” nos campos título e resumo, sendo que foram encontrados 375 depósitos de pedidos de patentes. Os dados revelaram depósitos de 1966 a 2016, sendo que os anos com maior quantidade de depósitos foram 2013 com 40 e 2015 com 42 depósitos. A China aparece como maior depositante de tecnologias em educação a distância com 64% dos depósitos, seguido da Coreia do Sul com 11% e Estados Unidos com 7%. Houve mais depósitos por parte de inventores independentes e empresas. Porém, percebeu-se que houve poucos depósitos realizados por Universidades, mostrando que ainda é necessário ampliar o desenvolvimento de novas tecnologias pelas Universidades.

Palavras-chave: Tecnologias. Mapeamento tecnológico. Educação a Distância.

Texto completo: PDF

Apontamentos