O USO DAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO NO ENSINO REMOTO DURANTE A PANDEMIA DO COVID-19

Autores

  • Maykon dos Santos Marinho Centro Universitário Maurício de Nassau
  • Yone Gusmão as Silva Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU
  • Monique Soares Rocha Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU
  • Everaldo Nery de Andrade Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU

DOI:

https://doi.org/10.18817/ticsead.v7i1.492

Resumo

O presente estudo objetivou investigar as experiências e percepções dos discentes dos cursos de saúde sobre o uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA, Microsoft Teams® no ensino remoto durante a pandemia de COVID-19. Trata-se de um estudo transversal descritivo realizado com 84 alunos matriculados regularmente nos cursos de Graduação em Saúde em uma Instituição de Ensino Superior, cujas aulas ocorriam na modalidade de ensino remoto durante o semestre letivo 2020.1. Os critérios de inclusão adotados para a seleção dos participantes desta pesquisa foram: estar matriculados no curso; estar em situação de distanciamento social; ter acesso ao WhatsApp e plataforma Teams®; concordar em participar da pesquisa através da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido - TCLE em formato eletrônico. Os dados foram coletados por meio da aplicação de um questionário eletrônico de autoavaliação Constructivist On-Line Learning Environment Survey - COLLES, aplicado no final do semestre letivo. O questionário de COLLES fora enviado via e-mail e WhatsApp e respondido em formato eletrônico através da plataforma do Google Forms. A partir das respostas obtidas pelo questionário de COLLES foram criadas tabelas com as porcentagens para cada questão das categorias avaliadas. Os resultados mostraram que o AVA estudado, frequentemente, estimulava a reflexão crítica, e tinha o apoio dos professores durante o seu uso. Com relação a interatividade, a maioria dos alunos relatou que algumas vezes tiveram interação com outros participantes. Conclui-se que houve resultados favoráveis nas categorias referentes à reflexão crítica, relevância, apoio e compreensão das mensagens dos docentes, mostrando que os alunos conseguiram se adaptar a esse modelo de ensino em AVA. Entretanto, constatamos a necessidade de estimular o apoio entre os alunos e a interação entre as suas ideias para que a ferramenta utilizada possa ter maior êxito no processo de aprendizagem no ensino remoto.   Palavras-chave: Educação. Tecnologias da Informação e Comunicação. Ensino Remoto.

Referências

ANTUNES, Fernanda Regina et al. MOTIVAÇÃO DE ALUNOS DA ÁREA DA SAÚDE EM DISCIPLINAS TOTALMENTE A DISTÂNCIA: influência socioeconômica. Cogitare Enfermagem, [S.I.], v. 24, p. 1-13, 3 jun. 2019.

ARAÚJO, Tailani Mendes de Oliveira et al. A Utilização do Whatsapp Como Recurso de Suporte no Ensino Presencial. In: PROCHNO, Cludiane Ayres. A Função Multiprofissional da Fisioterapia. Ponta Grossa: Atena, 2019. p. 84-93.

CASSUNDÉ, Fernanda Roda de Souza Araújo et al. Avaliação Social Construtivista de uma Experiência em EaD: o uso do colles como instrumento de coleta de dados. Rev Científica em Educação A Distância, [S.I.], v. 6, n. 2, p. 46-60, 2016.

CASTILHO, L. B. O uso da tecnologia da informação e comunicação (TIC) no processo de ensino e aprendizagem em cursos superiores. Dissertação (Mestrado profissional em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento) - Universidade Fumec, Belo Horizonte, 2015.

FREITAS, Lara Aparecida de et al. Avaliação do Curso Online na Educação Permanente Sobre Aleitamento Materno Para Enfermeiros. Reufsm, [S.I.], v. 8, n. 1, p. 116-128, mar. 2018.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo; Atlas, 2010.

MIRANDA, I. M.; MOURÃO, L. A.; GEDIEL, V. A. L. B. As tecnologias da informação e comunicação (TICS) e os desafios da inclusão: a criação de aulas sinalizadas no contexto do ensino superior. Revista periferia, v.9 n.1, p.241-62, 2017. Disponível em: file:///C:/Users/Admin/Downloads/28879-95672-1-PB.pdf. Acesso em: 03 jun. 2020.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Investimentos substanciais necessários para evitar a crise de saúde mental. 2020. Disponível em: https://www.who.int/news-room/detail/14-05-2020-substantial-investment-needed-to-avert-mental-health-crisis#. Acesso em: 31 mai. 2020.

SANTOS M. S. et al. Experiências sobre a aprendizagem por meio do uso de nuvens eletrônicas e WhatsApp entre graduandos em fisioterapia. Fisioterapia Brasil, v.19. n. 6, p.745-54, 2018. Disponível em: https://portalatlanticaeditora.com.br/index.php/fisioterapiabrasil/article/view/2564/html. Acesso em: 28 mai. 2020.

SANTOS, Camila Mello dos et al. Avaliação da qualidade de aprendizagem no ambiente virtual (Moodle) em saúde bucal, na perspectiva dos discentes. Revista da Abeno, [S.L.], v. 18, n. 1, p. 116-123, 28 mar. 2018.

Downloads

Publicado

09-07-2021