https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/issue/feed TICs & EaD em Foco 2021-12-23T03:29:51+00:00 Ilka Márcia Ribeiro de Souza Serra ilka.serra@uemanet.uema.br Open Journal Systems <p>A Revista TICs &amp; EaD em Foco é uma publicação científica semestral do Núcleo de Tecnologias para Educação - UEMAnet, da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA.<br /><br />Tem como propósito principal compartilhar trabalhos que destacam a pesquisa, o desenvolvimento e as práticas da Educação a Distância - EaD e das Tecnologias de Informação e Comunicação - TICs com impacto positivo no Ensino e na Aprendizagem.</p> https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/568 Apresentação 2021-12-22T17:04:39+00:00 TICs & EaD em Foco desenvolvimento@uemanet.uema.br <p><span style="font-weight: 400;">A edição da Revista TICs &amp; EaD em Foco, v. 7, n. 2, de 2021, reflete o atual momento de enfrentamento às dificuldades e limites impostos pela pandemia da Covid-19, especialmente, no que tange à área da educação e aos impactos que reverberam no ensino e na aprendizagem. Nesta edição, temos a satisfação de apresentar artigos que abordam o ensino remoto emergencial, a mediação pedagógica, o protagonismo estudantil no processo de aprendizagem e a formação continuada de docentes, com foco no uso das tecnologias educacionais.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/569 Expediente 2021-12-22T17:12:43+00:00 TICs & EaD em Foco desenvolvimento@uemanet.uema.br 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/570 Entrevista com o Prof. Massimo Di Felice 2021-12-23T01:57:29+00:00 TICs & EaD em Foco desenvolvimento@uemanet.uema.br <p><span style="font-weight: 400;">Esta edição da TICs &amp; EaD em Foco traz uma entrevista com o professor Massimo Di Felice. Formado pela Universidade de Roma La Sapienza, com doutorado pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado na Sorbonne, em Paris, ele tem sido uma figura importante no debate sobre as novas perspectivas da participação e da cidadania no contexto das plataformas digitais.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/553 INCLUSÃO DAS TDICS NA PANDEMIA E A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS 2021-10-03T20:23:08+00:00 Sonia de Fátima Cristina Scheitel dos Passos crystinapassos@gmail.com Vanessa Bernardi nessabernardi@gmail.com Elenice Parise Foltran epfoltran@uepg.br Rita de Cássia da Silva Oliveira soliveira@uepg.br <p><span style="font-weight: 400;">Este artigo busca refletir sobre as mudanças que ocorreram no cotidiano escolar, a partir da inserção das tecnologias digitais de informação e comunicação – TDIC, por meio da implementação do ensino remoto emergencial – ERE, no período de pandemia, ocasionada pelo COVID-19, nas salas de recursos multifuncionais – SRM. Em especial, este trabalho tenta vislumbrar sobre a formação continuada dos professores para o atendimento dessa nova demanda, no que tange o uso das TDIC para um público específico. A questão norteadora deste trabalho foi: os professores receberam formação continuada suficiente para inserir as TDIC nas SRM durante a pandemia? A pesquisa assentou-se teoricamente em autores que discutem sobre as TDIC no ensino, desses destacam-se: Moran (2005), Masetto (2000), Valente (2005) entre outros e autores que discutem sobre a Educação Inclusiva e a inserção das TDIC como: Cortelazzo (2012), Loureiro et al (2020), Viana et al. (2019) e Silva Neto et al (2018). Foi elaborado como instrumento de coleta de dados, um questionário do Google Forms, o qual foi respondido por 17 educadores, atuantes nas salas de recursos multifuncionais da rede pública do Estado do Paraná. Como resultado, percebeu-se que os docentes se esforçaram para dar conta do ensino no período de pandemia, que novas dificuldades surgiram, principalmente em relação à sua formação continuada e ao manuseio das TDIC de forma efetiva. Por isso, o estudo apontou que o trabalho pós-pandemia carece de maior atenção tanto no atendimento dos alunos das SRM como da formação continuada do professor. </span></p> <p><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Pandemia de COVID-19. Formação Continuada. Salas de Recursos Multifuncionais.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/539 A IMPORTÂNCIA DAS TICs NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 2021-08-25T19:33:18+00:00 Francisco Fernandes da Silva da Cruz bacanaceab@gmail.com Neiliane Oliveira Morais neilianeoliveiramorais@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">A Educação a Distância (EaD) é uma das principais modalidades de ensino no Brasil; atualmente, diversos cursos, nos mais diferentes níveis de educação, são ofertados nessa modalidade, favorecendo, sobretudo, as camadas populares e os trabalhadores que precisam de uma forma flexível de estudo para o aperfeiçoamento ou obtenção de uma desejada formação acadêmica. O advento das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) proporcionou um grande avanço na modalidade de ensino supracitada, na medida em que elas popularizaram a EaD e permitiram que ela se tornasse uma das mais importantes formas de formação e qualificação profissional hoje. Em vista disso, este trabalho teve como proposta o estudo sobre a evolução histórica da EaD, a fim de compreender como ela se desenvolveu. Além disso, outro foco desta pesquisa foi identificar a importância das TICs no processo de desenvolvimento estudantil, bem como a consolidação da modalidade em questão, como uma importante alternativa de estudos para uma parcela significativa da sociedade. O presente trabalho foi desenvolvido por meio de uma pesquisa exclusivamente bibliográfica, com consultas a sites, livros, revistas, dissertações e teses que abordam o assunto em discussão. Os resultados confirmaram que as TICs têm um papel de extrema relevância ao desenvolvimento da EaD, sendo elas, o principal veículo de propagação da modalidade de educação aqui referida.</span></p> <p> </p> <p><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Educação a Distância. TICs. Popularização.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/561 PLATAFORMAS DIGITAIS E O PROTAGONISMO ESTUDANTIL NO CONTEXTO DO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL. 2021-10-13T03:05:34+00:00 Lílian de Sousa Sena liliandisousa@hotmail.com Ilka Márcia Ribeiro de Souza Serra ilka.serra@uema.br <p><span style="font-weight: 400;">A utilização de plataformas digitais para a continuidade das aulas no contexto da pandemia da Covid-19 evidenciou o potencial educacional dos ambientes digitais de aprendizagem. A mediação propiciada pelas tecnologias digitais de informação e comunicação - TDICs, além da construção inovadora no processo escolar, propicia experiências interativas que despertam o conhecimento e o respeito às diferenças, principalmente em relação ao repertório linguístico dos falantes maranhenses. O presente artigo tem como objetivo compartilhar a experiência do protagonismo de estudantes do Ensino Médio de uma escola pública da cidade de Timon, no Maranhão, para a realização de um projeto pedagógico de Língua Portuguesa, por meio das plataformas WhatsApp e Jamboard. A ideia foi de apresentar uma vivência pedagógica exitosa com o uso das TDICs, como motivadora para o trabalho colaborativo e construção de saberes. Além da pesquisa bibliográfica, foram realizadas entrevistas com os desenvolvedores do projeto pedagógico. A pesquisa tem abordagem qualitativa e tem como referência, os pressupostos de Moran (2001), Moreira (2018) e Di Felice (2020). Os resultados demonstraram o quanto a apropriação de espaços digitais potencializa a aprendizagem, além de apontar a necessidade de formação de professores para a cultura digital. Ressalta-se ainda a importância de mais pesquisas sobre a atuação dos jovens como gerenciadores de sua aprendizagem em ambientes digitais, de modo que a cibercultura seja uma temática presente e vivenciada nos espaços escolares.</span></p> <p><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Tecnologias Digitais. Protagonismo estudantil. Aprendizagem.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/540 ACESSIBILIDADE EM AVAs: recomendações para a composição de um Ambiente Virtual de Aprendizagem acessível 2021-08-29T14:11:12+00:00 Leonardo Carlos Balbino leonardocarlos_@live.com Maurício José Morais Costa mauriciojosemorais@gmail.com João Batista Bottentuit Junior joaobbj@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Este artigo apresenta uma investigação acerca das ferramentas que podem ser implementadas nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVAs), bem como suas características, na perspectiva de garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência na construção do conhecimento mediada por tecnologias digitais. Discute como as Tecnologias Assistivas (TAs) podem contribuir na mediação pedagógica e na prática docente apoiadas por tecnologias digitais. Trata-se de uma pesquisa aplicada, de caráter exploratório e descritivo, de abordagem qualitativa, que faz uso da pesquisa bibliográfica e documental para discutir acessibilidade, TAs e AVAs com vistas a garantir maior autonomia no processo formativo de pessoas com deficiência. Descreve determinados recursos de acessibilidade no Moodle, além de apontar possibilidades de implementação específicas visando maior acessibilidade nesses ambientes de aprendizagem. Desse modo, destaca que gradativamente novas ferramentas vão sendo disponibilizadas. A partir disso, é possível contornar uma série de limitações, como, por exemplo, a adequação de interfaces, recursos de leitura de tela, entre outros. Ressalta que a implementação de recursos de acessibilidade em AVAs demanda uma equipe multiprofissional, desde analistas de sistemas, programadores, designer instrucional, docentes e outros entes que integram a equipe pedagógica.</span></p> <p><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Acessibilidade em AVAs. Ambientes Virtuais de Aprendizagem. Tecnologias Assistivas em AVAs.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/548 METODOLOGIAS INOVADORAS COMO POSSIBILIDADE EFETIVA DE APRENDIZAGEM PARA O CONTEXTO PÓS-PANDÊMICO 2021-09-23T16:33:32+00:00 Fabíola Cadete Silva fabycadete@gmail.com Petronilha Morais Moreira Pereira pm.asp@hotmail.com Rogério Leal de Sousa rogeriolealsousa@gmail.com Tarcísio Welvis Gomes de Araújo twgaraujo@gmail.com Thayane Nascimento Freitas thayanny_freitas@hotmail.com Ilka Márcia Ribeiro de Souza Serra ilka.serra@uema.br <p><span style="font-weight: 400;">Pensar, proativamente, a educação para o contexto pós-pandêmico incide em um exercício necessário de readequação às exigências e lacunas apresentadas pelo ensino remoto tal qual configurado em muitas realidades das escolas brasileiras. Diante da veracidade desse pressuposto, esta pesquisa objetivou reconhecer as metodologias inovadoras e o uso das novas Tecnologias Digitais (TDs) como possibilidade de desenvolvimento das competências tecnopedagógicas docentes para o contexto educacional na pós- pandemia. Optou-se, neste trajeto investigativo, pela pesquisa descritiva, utilizando, como instrumento para a produção dos dados, um questionário on-line, o qual contou com a participação de 13 (treze) professores das 3 (três) etapas da educação básica da rede pública do estado do Maranhão em efetivo exercício. Como lócus de investigação, foram escolhidos os municípios de Olinda Nova do Maranhão, Pedro do Rosário, São Luís e Timon. Para tratamento e interpretação dos dados coletados, optou-se pela análise do conteúdo. Como resultados obtidos na pesquisa, observou-se que a maioria dos entrevistados não utilizava tecnologias digitais em suas salas de aula antes do cenário pandêmico, demonstrando, ainda, um predomínio de habilidades básicas no uso das tecnologias. Ademais, apesar das dificuldades oriundas da ineficiência do letramento digital e dos recorrentes casos de exclusão digital, os educadores evidenciaram que estão fazendo uso de algumas tecnologias digitais, plataformas e/ou aplicativos na mediação pedagógica e compreendem que as metodologias ativas são um importante aliado no aproveitamento do tempo e espaço escolar para o contexto pós-pandêmico.</span></p> <p><br /><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Ensino Remoto. Metodologias Inovadoras. Competências Digitais.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/557 MEDIAÇÃO PEDAGÓGICA NO CONTEXTO DO CURSO DE LETRAMENTO ESTATÍSTICO EM EAD 2021-10-05T22:01:07+00:00 Maria Elisabette Brisola Brito Prado bette.prado@gmail.com Angélica da Fontoura Garcia Silva angelica.fontoura@gmail.com Fatima Aparecida da Silva Dias fatima.a.dias@educadores.net.br Michel da Costa michel.costa@unimes.br <p><span style="font-weight: 400;">Este artigo expõe uma investigação realizada em um curso de formação continuada sobre a temática Letramento Estatístico desenvolvido na modalidade a distância. O tema “Letramento Estatístico” se constitui cada vez mais uma demanda social, independentemente da área de formação e de atuação das pessoas. Estudiosos como Freire (1994), Gal (2005), Skovsmose (2008) e D’Ambrósio (2014) enfatizam a necessidade de formar cidadãos capazes de ler criticamente o mundo. Desse modo, a formação supracitada foi destinada aos profissionais de uma instituição de ensino superior privada que atuam na tutoria on-line de diferentes cursos de graduação. Este estudo teve por objetivo compreender as estratégias de intervenção de dois mediadores a partir das resoluções de uma situação de aprendizagem elaboradas pelos grupos de cursistas de uma das turmas. A metodologia, de caráter qualitativo, utilizou as respostas dos grupos disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do curso. Diante das soluções apresentadas, os dois mediadores relataram suas estratégias de intervenção, as quais foram descritas e analisadas à luz das teorias sobre a mediação e o ensino de representações gráficas. Por fim, esta investigação revelou que as estratégias em comum utilizadas pelos dois mediadores focaram em inserir os cursistas em uma postura ativa e reflexiva no processo de aprendizagem. Ressalta-se a importância de estratégias mediadoras voltadas à problematização, novos desafios e questionamentos que instiguem o cursista a conjecturar sobre suas ideias e a explicitar seu pensamento, favorecendo o desenvolvimento da autonomia para aprender no contexto da Educação a Distância (EaD).</span></p> <p><br /><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Formação Continuada. Letramento Estatístico. Estratégias Mediadoras.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/555 O PAPEL DO PROFESSOR NA MEDIAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TDICs) 2021-10-05T14:10:41+00:00 Daulinda Santos Muniz daulindasmuniz@hotmail.com Bruno Santos de Oliveira bruno.adm1992@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O presente trabalho tem como objeto de estudo O Papel do Professor na Mediação das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs). Sua função como mediador e facilitador do processo de ensino e aprendizagem nos direciona para a reflexão sobre o conceito de ser professor, do seu papel e seus atributos para o exercício em sala de aula considerando o universo das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs). Tem como Objetivo geral analisar o papel do professor na mediação das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs); os objetivos específicos estão voltados em compreender como ocorre o uso das TDICs na prática docente em sala de aula; identificar a prática do professor no que concerne ao uso das TDICs e suas contribuições para a aprendizagem do aluno. A construção do referencial teórico se fez a partir de autores como: Arruda (2020), Branco (2019), Buckingham (2010), Luck (2014), Vedovatto (2014), Gewehr (2016) e Zacariotti e Sousa (2019). A problemática que norteia a pesquisa é: qual a função do professor no processo de ensino e aprendizagem subsidiado pelas Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação? No processo metodológico, há a pesquisa bibliográfica, de natureza qualitativa, exploratória, com a pesquisa de campo e se estabelecendo no método indutivo, aplicando-se um questionário para o corpo docente da EMEB 3 de setembro, Bom Jardim – MA. O trabalho não se molda na perspectiva do criticismo sobre os diferentes atores aqui apresentados, nem tão pouco sobre os entrevistados ou a escola, mas se justifica no estudo acerca desse profissional sobre sua prática pedagógica. O artigo visa constatar que o professor é figura relevante para o processo de ensino e aprendizagem e nisto há de se discutir sobre sua prática, em concordância com o universo das TDICs. </span></p> <p><br /><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Escola. Professor. Tecnologias Digitais da Informação e Educação (TDICs).</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/562 A FUNÇÃO DO NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA A PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECÍFICAS EM CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DO CAMPUS ZONA LESTE DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE (IFRN) 2021-10-14T12:50:54+00:00 Ilane Ferreira Cavalcante ilanecfc@gmail.com Márcia de França da Silva marcia.franca@ifrn.edu.br Elizama das Chagas Lemos elizama.lemos@ifrn.edu.br <p><span style="font-weight: 400;">Este trabalho faz uma revisão acerca das funções que o Núcleo de Assistência a pessoas com necessidades específicas (NAPNE) do Campus Zona Leste do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) vem desenvolvendo na assistência aos estudantes com deficiência desde a sua criação. O estudo apresenta o pioneirismo do IFRN em ações de assistência estudantil e seu desenvolvimento, ainda em processo, nas ofertas de cursos a distância. O Campus Zona Leste, anteriormente chamado Campi Educação a Distância, tem como principais ofertas cursos de Educação a Distância (EaD) de nível médio subsequente, licenciatura, tecnólogos, especialização e Formação Inicial e Continuada (FIC), voltados para a formação de professores e para a educação profissional. À luz de documentos e dados oficiais, o texto reflete sobre o conceito de inclusão e o NAPNE como instrumento nesse processo, com base em dados de matrícula de pessoas com deficiência no campus e considerando a EaD como uma possibilidade de ampliação de acesso à educação das pessoas com deficiência. O NAPNE do campus tem desenvolvido ações de apoio à permanência e ao êxito de estudantes com deficiência, tais como: oficinas, acompanhamento de estudos, suporte às práticas pedagógicas docentes e eventos de esclarecimento à comunidade.</span></p> <p><br /><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Educação Inclusiva. Educação a Distância. Educação Profissional.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/560 A UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19 2021-10-06T01:05:39+00:00 Adrianne Veras de Almeida verasadrianne3@gmail.com Adrielle Veras de Almeida adrielle.veras@gmail.com Maria Beatriz de Oliveira Castro beatriz.kstro.oli@gmail.com Maria Amanda de Lima Paulo amandalima0525@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Este trabalho teve como objetivo investigar as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) utilizadas pelos professores, bem como as dificuldades enfrentadas para a garantia da continuação do ensino-aprendizagem durante a pandemia da Covid- 19. Trata-se de um estudo de caso, cujos dados foram coletados por meio de um questionário </span><em><span style="font-weight: 400;">on-line</span></em><span style="font-weight: 400;"> desenvolvido na plataforma Google Forms, sendo divulgado publicamente por alguns meios de comunicação, tais como: Instagram, Facebook, WhatsApp e e-mail. O período de coleta dos dados ocorreu entre os dias 6 de maio e 18 de junho de 2021, na qual se obtiveram 158 respostas. O questionário supracitado foi dividido em três seções, a saber: na primeira, continha o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE); na segunda, possuía seis questões referentes à atuação profissional (localização e profissão) do docente; e na terceira, a apresentação das 9 questões relacionadas ao uso de tecnologias digitais e educacionais em sala de aula no período da pandemia, totalizando 15 questões com perguntas abertas, fechadas e de múltipla escolha, o que possibilitou, dessa forma, uma abordagem dos dados tanto em aspectos quantitativos como qualitativos. Os resultados obtidos indicaram que as principais dificuldades citadas foram a falta de capacitação e de um profissional da área de Licenciatura em Computação/Informática e, ainda, a adequação dessas tecnologias ao contexto das aulas remotas.</span></p> <p><br /><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Educação. TDIC. Ensino remoto.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco https://www.uemanet.uema.br/revista/index.php/ticseadfoco/article/view/554 AVALIAÇÃO DA ADAPTAÇÃO DOCENTE AO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL 2021-10-04T23:22:13+00:00 Arthur Lima de Almeida arthurlimah26@gmail.com Rodrigo de Cássio da Silva rodrigosilva2005@yahoo.com.br <p><span style="font-weight: 400;">A pandemia da Covid-19 trouxe inúmeros desafios para a sociedade, sobretudo, no que se refere ao novo formato do processo de ensino e aprendizagem, e é neste cenário em que se insere a presente pesquisa. Visando compreender e avaliar de que maneira os docentes estavam se adaptando, um questionário estruturado foi enviado a professores do Brasil, por meio das redes sociais e contatos pessoais, o que possibilitou a obtenção de 419 respostas de profissionais das mais diversas regiões do país. Com perfis diversos e nível de atuação também, a maioria dos participantes questionados atua no ensino superior e no ensino fundamental II. Tal pesquisa nos permitiu realizar diversas conclusões, sendo uma delas que grande parte dos docentes se sente sobrecarregada com o novo formato de ensino, cerca de 78%, e que a falta de equipamentos e de locais adequados é o principal problema apresentado no período atual. Apesar disso, eles buscam, por conta própria, outras ferramentas que possam servir de apoio ao ensino remoto. Este trabalho destacou a necessidade de uma formação continuada de qualidade para todos os professores, bem como serviu de alerta à comunidade acadêmica sobre a sobrecarga de trabalho dos mesmos, situação já discutida em pesquisas diversas, acentuada, porém, nesta investigação, devido ao contexto pandêmico.</span></p> <p><br /><strong>Palavras-chave</strong><span style="font-weight: 400;">: Covid-19. Ensino. Formação docente. Educação a distância. Tecnologias educacionais.</span></p> 2021-12-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 TICs & EaD em Foco